Pesquisa nacional sobre covid-19 é suspensa em Irecê após equipe testar positivo

coronavírus
18.05.2020, 18:26:00
Atualizado: 18.05.2020, 18:58:27
(Foto: Divulgação/Pref. de Irecê)

Pesquisa nacional sobre covid-19 é suspensa em Irecê após equipe testar positivo

Prefeitura da cidade afirma que estudo, que tem financiamento do Ministério da Saúde, não cumpriu protocolos; três pessoas estão com coronavírus

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A cidade de Irecê, no centro-norte baiano, foi um dos lugares escolhidos para receber o projeto Evolução da Prevalência de Infecção por Covid-19 (EPICOVID19-BR), que promete ser a maior pesquisa populacional sobre o novo coronavírus no Brasil. Só que a pesquisa foi interrompida no município após uma série de confusões, incluindo passagem na delegacia e três entrevistadores testando positivo para o vírus.

De acordo com o Ministério da Saúde, que apoia e financia o estudo, o plano é realizar, em 99.750 pessoas de 133 cidades ao redor do país, um teste rápido (sorologia), que detecta se aquele individuo já teve a covid-19. O projeto é coordenado pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), do Rio Grande do Sul, e realizado pelo Ibope Inteligência.

Porém, em nota, a prefeitura de Irecê afirmou que não foi informada previamente sobre a realização do estudo na cidade. Após averiguação, constataram que a pesquisa tem o apoio do Ministério. Mas, ainda assim, fizeram algumas exigências, como testagem para a covid-19 dos próprios entrevistadores. E descobriram que três estavam infectados. O material utilizado pelos pesquisadores foi apreendido e só devolvido posteriormente.

Tudo começou na madrugada da última quinta-feira (14), quando os entrevistadores chegaram a Irecê e começaram a realizar os testes na população no mesmo dia. Contudo, a Secretaria de Saúde municipal só recebeu uma comunicação sobre o início da pesquisa três dias depois, no domingo (17).

"O Governo do Estado foi imediatamente acionado por meio da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVs) e do Núcleo Regional de Saúde (Dires), para averiguação e tomada de conhecimento da situação, considerando que a supervisora da pesquisa sinalizou que as autoridades foram comunicadas. Porém, todas as respostas obtidas sinalizaram que estes órgãos não tinham conhecimento sobre o estudo, não emitindo assim autorização prévia aos municípios. A Secretaria de Saúde de Irecê só recebeu uma comunicação sobre o início da pesquisa no domingo, dia 17/05", afirmou a Prefeitura de Irecê.

A equipe da pesquisa foi então levada para a delegacia, onde todo o material foi apreendido pela Vigilância Sanitária. Após ser constatada a ausência da comunicação oficial prévia, foi decidida a interrupção da pesquisa.

A prefeitura também reclamou que os entrevistadores não cumpriram quarentena exigida de 14 dias. "Em decorrência do deslocamento rodoviário de toda a equipe desde a cidade de São Paulo até a cidade de Irecê, ficou estabelecido o critério de testagem em todos os membros da equipe".

Os exames foram feitos na sexta-feira (15) e três pesquisadores, segundo a prefeitura, tiveram resultado positivo. Com a identificação dos entrevistadores contaminados, foi exigida a relação das pessoas que participaram da EPICOVID19-BR em Irecê, com nome e endereço, para monitoramento. A equipe, porém, disse que não tinha autorização para isso, já que os dados eram digitados em sistema e cumpriam critérios de sigilo. 

"Seria uma falha grave, identificar uma positividade para a covid-19 e a Vigilância em Saúde não proceder com o fluxo de controle", afirmou a prefeitura. Desta forma, os kits e insumos para testagem, que haviam sido apreendidos preventivamente, só seriam devolvidos após o envio da relação de pessoas testadas na cidade. Isso aconteceu no sábado (16) e o material foi reentregue aos pesquisadores. No mesmo dia, o grupo retornou para São Paulo.

"Imediatamente após o recebimento da relação de pessoas testadas, a Vigilância Epidemiológica do município iniciou o trabalho para investigação das que tiveram contato com os entrevistadores que tiveram positividade para a covid-19. Foi confirmado que os entrevistadores usaram devidamente os equipamentos de proteção individual, o que se apresenta uma barreira para transmissão do vírus. No entanto, como medida cautelar, todas essas pessoas que participaram da pesquisa estão sendo monitoradas e serão testadas novamente para a covid-19 após passados 10 dias do contato com os entrevistadores", finaliza o texto da prefeitura.

A cidade de Irecê não foi a única na Bahia a criar obstáculos para a EPICOVID19-BR - as prefeituras de Guanambi, Juazeiro, Santo Antônio de Jesus, Vitória da Conquista e Paulo Afonso também impuseram resistências. Pelo Brasil, foram 75 municípios que impediram a pesquisa. 

Em nota, a UFPel criticou essas ações. De acordo com a universidade, o Ministério da Saúde enviou um ofício, semana passada, comunicando as 133 cidades participantes do estudo. A instituição ainda apontou que o estudo foi divulgado pelo governo em seu site.

"Nas situações mais graves, os entrevistadores do IBOPE foram detidos, com uso de força policial, tendo sido tratados como criminosos. (...) Por mais que a comunicação formal do Ministério da Saúde aos municípios possa ter chegado muito perto do início da coleta de dados, nada justifica o comportamento de “xerifes” assumido por alguns gestores municipais, que impedem ou atrapalham a realização de uma pesquisa que, com o perdão da repetição, pode ajudar a salvar a vida de milhares de brasileiros", pontuou a UFPel.

O Ibope Inteligência divulgou a mesma nota da universidade. Em um outro comunicado, a empresa garantia que todos os profissionais convocados para trabalhar nesta pesquisa foram  treinados para aplicar os testes.

"Tivemos o cuidado de selecionar apenas pessoas que não fazem parte dos grupos de risco e todas assinaram um termo declarado de não pertencimento ao grupo de risco. A equipe fez o teste rápido de covid-19, garantindo que todos que estão indo a campo não estão infectados".

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/editorial-fotografado-a-distancia-une-tres-paises-na-quarentena/
O ensaio foi realizado pela plataforma Zoom, usando celular
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/matheus-buente-troca-chatice-academica-pelo-humor-para-contar-a-historia-de-salvador/
Lives do humorista e professor de História são fontes de informação e diversão na quarentena; veja vídeos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bau-de-marrom-a-bahia-tambem-ensina-ao-mundo-como-cantar-e-dancar-forro/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/copo-de-leite-faz-haddad-acusar-bolsonaro-de-brindar-supremacistas-brancos-entenda/
Leite tem sido usado como símbolo por neonazistas nos EUA; petista enxergou provocação após repercussão de mortes de homens negros. Presidente nega
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anastacia-comemora-80-anos-com-muito-forro/
Cantora e compositora lança EP com produção de Zeca Baleiro e parcerias com Mariana Aydar, Chico César e Amelinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nizan-guanes-vai-entrevistar-roberto-medina-abilio-diniz-e-washington-olivetto/
As entrevistas são parte do Sunday Night Live que o publicitário tem realizado em sua conta do Instagram
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/luiz-caldas-substitui-sanfona-por-guitarra-em-disco-de-forro/
Álbum é o centésimo em projeto do músico que prevê um lançamento temático por mês
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/youtuber-compra-mansao-de-r-65-milhoes-apenas-para-gravar-videos/
Camila Loures disse que seguirá morando em sua antiga residência
Ler Mais