PM é baleado e bandido executado dentro de ambulância após confronto na Bahia

bahia
31.05.2018, 09:36:00
Atualizado: 31.05.2018, 17:27:17

PM é baleado e bandido executado dentro de ambulância após confronto na Bahia

Polícia diz que bandidos interceptaram ambulância; PM está em estado grave

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um policial militar, que não teve a identidade divulgada, foi baleado no pescoço e está internado em estado grave, após uma troca de tiros com bandidos no final da tarde dessa quarta-feira (30), no bairro Santa Cruz, em Luís Eduardo Magalhães,  Oeste do estado.

Um dos bandidos foi executado dentro da ambulância da Samu
(Foto: Weslei Santos/ Blog do Sigi Vilares)

Dois bandidos também foram baleados na ação. Um deles morreu no local. O outro chegou a ser socorrido, mas, segundo a polícia, foi executado por criminosos encapuzados dentro de uma ambulância, quando era levado para o hospital.

De acordo com informações da Polícia Militar, uma viatura da 85ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Luís Eduardo Magalhães) estava prestando apoio à Polícia Civil durante o cumprimento de mandados de prisão no município quando um dos alvos da ação resistiu à prisão e atirou contra os policiais.

Um policial foi baleado no confronto e um dos bandidos morreu no local
(Foto: Weslei Santos/ Blog do Sigi Vilares)

"No confronto, dois criminosos foram feridos, sendo que um evoluiu a óbito no local e o outro chegou a ser socorrido por uma viatura do Samu, mas também faleceu quando a unidade do Serviço Médico foi interceptada por criminosos não identificados, que estavam encapuzados, e dispararam contra o criminoso que estava sendo socorrido para o hospital em Barreiras", informa a nota da PM.

PM dava apoio à Polícia Civil, que cumpria mandados de prisão 
(Foto: Weslei Santos/ Blog do Sigi Vilares) 

Ainda segundo a PM, o policial baleado foi socorrido para uma unidade de saúde da cidade, também não informada, e submetido a cirurgia para extrair o projétil. "No momento, o quadro de saúde do militar, apesar de estável, é grave", conclui o comunicado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas