PM é morto após discussão com ciganos em bar; arma foi levada

bahia
03.11.2017, 13:57:00

PM é morto após discussão com ciganos em bar; arma foi levada

Na briga, cigano morreu após ser baleado; outro foi a óbito em operação policial

O soldado da Polícia Militar José Bonfim Lima, 39 anos, foi morto a tiros por volta das 22h30 desta quinta-feira (2). O crime aconteceu na Rua do Canal, Conjunto João Paulo II, em Jeremoabo, Nordeste da Bahia. O soldado estava de folga, dentro de um bar, e se desentendeu com um grupo de ciganos. A arma do PM foi levada após o crime, de acordo com informações da Polícia Militar.

PM foi baleado durante confusão (Foto: Site Chicosabetudo)

Ele foi atingido por disparos de arma de fogo após uma discussão - o motivo não foi divulgado. Um dos ciganos, que não teve o nome informado, também foi ferido e socorrido para o hospital da cidade pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos. Após o crime, policiais saíram em diligência e outro cigano acabou morto durante as buscas pelo grupo. 

Segundo nota da corporação, os policiais foram recebidos a tiros durante operação para identificar os outros suspeitos. O confronto aconteceu próximo da sede de Jeremoabo. Quatro ciganos foram levados para a delegacia de Euclides da Cunha e com eles foram encontrados R$ 18 mil em espécie e seis armas - entre elas, a do soldado morto.

José Bonfim Lima morreu no local do crime - ele integrava a corporação há 14 anos e deixa esposa e um filho. A família não informou sobre o dia e local do sepultamento.

De acordo com a Polícia Militar, este ano, 18 PMs foram mortos na Bahia. Relembre os casos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas