PM morto em tiroteio na Fazenda Grande do Retiro será enterrado neste sábado

salvador
08.04.2017, 09:01:00
Atualizado: 08.04.2017, 09:11:50

PM morto em tiroteio na Fazenda Grande do Retiro será enterrado neste sábado

Eric Oliveira Santos, 35 anos, estava de folga quando foi atingido pelos disparos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O enterro do policial militar Eric Oliveira Santos, 35 anos, morto no bairro da Fazenda Grande do Retiro, nesta sexta-feira (7), será realizado neste sábado (8), no cemitério Bosque da Paz. Ele foi foi baleado no meio de um tiroteio na Rua Calafate.

Ele era lotado nas Rondas Especiais Central (Rondesp), mas não estava a serviço no momento em que foi atingido. Dois suspeitos de terem participado da troca de tiros foram presos pela polícia. Lucas dos Santos Sales, foi encontrado na noite de sexta-feira (7), no bairro da Fazenda Grande do Retiro, com armas e drogas.

Em depoimento, o primeiro suspeito preso afirmou que faz parte de uma quadrilha de traficantes que trocava tiros com um grupo rival na rua. Até o momento, não se sabe o que policial fazia no local ou se ele morava nas proximidades.

"Estamos colhendo todos os detalhes sobre o caso e ouvindo outras testemunhas. Buscamos também câmeras no local que ajudem a reunir mais informações sobre a dinâmica do crime", diz o delegado Odair Carneiro, responsável pela Força-Tarefa.

Segundo a Polícia Militar, Eric, que estava de folga, era casado, não tinha filhos, fazia parte da instituição há cinco anos. A PM lamentou a morte do soldado. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas