Pode-se considerar o Carnaval uma obra de arte?

césar romero
24.02.2020, 05:00:00

Pode-se considerar o Carnaval uma obra de arte?


O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


Pode-se considerar o Carnaval uma obra de arte? Alguns críticos e historiadores dizem que sim, seria uma grande performance, quando se inclui elementos visuais e inventivos.

Carnaval tornou-se a maior manifestação cultural do Brasil. As escolas de samba especialmente as do Rio e São Paulo, abordam temas ligados ao País, quando se confrontam ideias e temas ligados a brasilidade, festejam nossa história e nomes de personalidades ligadas a ela. No Carnaval o eros e tânatos estão ligados visceralmente. O eros principio do prazer (Freud), alegria, dos movimentos afetivos, da sexualidade que buscam festejar a vida. O lazer e o prazer é que nos livram da loucura. O tanatos principio de morte (Freud), ficam os exageros das comidas, bebidas, drogas, sexo sem proteção e movimentos de risco. A maravilha de cores e suas combinações, a liberdade de atitudes críticas e eróticas, os gestos e o riso, faz do Carnaval um patrimônio do povo.

A partir da década de 1960 o Carnaval passou por grandes transformações, mantém-se apenas como na Idade Média a data móvel, o viés popular e público, o humor, o colorido e o clima de “quebra de hierarquias”. Agora se tornou uma festa oficial organizada numa parceria entre prefeituras de todo país e empresas.

O Carnaval passou a satirizar o outro. O riso corresponde a um olhar do qual em certo sentido o sujeito se exclui, olha-se os aspectos risíveis na figura do outro. O autor está sempre fora do objeto. Os eventos seguem a ordem das cidades, as organizações e leis de cada uma delas.

O Carnaval está ligado às artes visuais, aquelas que lidam com a visão e então se vê uma reviravolta na moda e customizações, alegorias, confecções de figurinos para cantores, atores, bailes, escolas de samba e concursos de fantasias. Na decoração das cidades, nas artes plásticas. Nas escolas de samba do eixo Rio- São Paulo que investem na criatividade, esperando ser a vencedora.  As coisas mudaram sim até a erudição no Carnaval, na evolução das escolas, nas coreografias, nos sambas enredos mais sofisticados, nos sons, nos instrumentos, na MPB que se inspira na festa.

Comenta-se muito que Carnaval é “quebra de hierarquias”, isto vale para quem assiste as escolas do camarote ou de cima de um viaduto? Nos espaços do Carnaval há hierarquia e rígidas demarcações. O papel social de cada um é exposto à exaustão.

O Carnaval envolve corpo e mente, todos os órgãos dos sentidos, a memória da pele.  Um completo revolver-se do individuo. As alegrias da festa realmente têm motivos? Difícil entender, mas a festa continua e parece nunca ter fim.
 

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/abner-pinheiro-publica-foto-com-bebe-nunca-vou-desistir-de-voce/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-polemica-com-teste-de-dna-e-traicoes-sthe-vai-processar-abner/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-live-com-miley-cyrus-anitta-e-chamada-de-icone-pop-brasileiro/
Cantoras conversaram via Instagram e dançaram Rave de Favela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ajustes-deixaram-a-ranger-mais-competitiva/
Em vídeo, Antônio Meira Jr., explica o que mudou na picape da Ford
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-teste-de-dna-e-traicoes-abner-e-sthe-ganham-mais-de-16-mi-de-seguidores/
Treta após baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado do mundo nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/baco-exu-do-blues-lanca-ep-contra-o-tedio-da-quarentena/
Preso em casa, artista produziu nove faixas em três dias
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bolsonaro-muda-o-tom-e-diz-que-coronavirus-e-maior-desafio-da-nossa-geracao/
Presidente criticou isolamento mais rígico e voltou a ser alvo de panelaços; veja vídeos em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/leo-picon-admite-ser-o-ex-em-comum-de-manu-gavassi-e-rafa-kalimann/
Participantes do BBB falaram, no programa, que já se relacionaram com a mesma pessoa
Ler Mais