Polícia Civil vai priorizar casos emergenciais por falta de combustível

salvador
25.05.2018, 15:34:00
Polícia Militar também vai adotar estratégias (Foto: Arquivo CORREIO)

Polícia Civil vai priorizar casos emergenciais por falta de combustível

Objetivo é evitar o desabastecimento das viaturas

A falta de combustível está obrigando os órgãos e repartições públicas a adotarem estratégias para evitar o desabastecimento. Depois do transporte público, das ambulâncias e do comércio, agora foi a vez da polícia informar que vai adotar medidas para evitar que as viaturas fiquem secas. Em nota, a Polícia Civil disse que serão priorizadas apenas as diligências emergenciais.

“A Polícia Civil da Bahia informa que, até o momento, todas as diligências e demais atividades da Instituição continuam sendo realizadas dentro da normalidade. Porém, considerando a possibilidade da falta de combustível, o Gabinete do Delegado-geral orientou os servidores a priorizarem as diligências emergenciais”, diz a nota.

Já a Polícia Militar afirmou, também em nota, que está traçando estratégias para manter uma reserva de combustível e evitar o desabastecimento das viaturas. Até o momento, o trabalho da Corporação não foi afetado pela crise. Confira a nota na íntegra:

A Polícia Militar já adota uma rígida gestão do consumo de combustível para otimizar o emprego das viaturas de forma a não prejudicar, sobremaneira, a atividade fim da instituição que é o policiamento ostensivo. Contudo, a corporação está ainda mais atenta nesse aspecto diante do atual cenário do País, por isso o Departamento de Apoio Logístico (DAL) da PM está traçando estratégias junto à rede de abastecimento para garantir a prioridade dos veículos de emergência durante uma possível crise de fornecimento de combustível.

O CORREIO ainda não conseguiu contato com o Corpo de Bombeiros, mas a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o setor ainda não enfrenta problemas com o abastecimento de combustível.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas