Polícia Militar cerca prédio da Justiça Federal em Curitiba onde Lula irá depor; veja vídeo

brasil
10.05.2017, 12:57:00

Polícia Militar cerca prédio da Justiça Federal em Curitiba onde Lula irá depor; veja vídeo

Para o depoimento, marcado para às 14h desta quarta-feira (10), um forte esquema de segurança foi montado nas imediações da Justiça Federal de Curitiba

O prédio da Justiça Federal, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestará depoimento pela primeira vez ao juiz Sérgio Moro, foi cercado na manhã desta quarta-feira (10) por policiais do batalhão Rotam da Polícia Militar, que chegaram equipados com cassetetes e escudos.

Para o depoimento, marcado para as 14h desta quarta-feira (10), um forte esquema de segurança policial foi montado nas imediações da Justiça Federal de Curitiba, com dezenas de agentes fazendo bloqueios nas imediações e no trânsito do entorno, por onde só têm permissão de passagem moradores das redondezas e trabalhadores da região cadastrados junto à PM.

O prédio da Justiça Federal foi interditado nas primeiras horas da manhã desta quarta. Pela imediações, só tem. O número de agentes policiais que fazem o bloqueio e a segurança não foi divulgado pela Secretaria de Segurança Publica (SSP) do Paraná, mas um caminhão de monitoramento da PM se encontra estacionado em frente ao prédio onde acontecerá o depoimento. 

Dilma em Curitiba
Além de Lula, a ex-presidente Dilma Rousseff desembarcou em Curitiba na manhã desta quarta
. Ela chegou no aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba,  às 10h23, vindo de Porto Alegre em voo de carreira. A ex-presidente teve desembarque prioritário do avião, não passando pelo saguão do aeroporto, e encontrou Lula em um galpão, junto com outros políticos e simpatizantes.

Foto: Rede Brasil Atual

Ela chegou à cidade acompanhada do ex-ministro do Trabalho, Miguel Rosseto, segundo passageiros do voo, ouvidos pela Agência Estado. Antes do encontro com Lula, Dilma foi discreta e não interagiu com outras pessoas. Também não houve pedido de foto ou cumprimentos.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas