Ponte Salvador-Itaparica e polo sucroalcooleiro são apostas baianas após pandemia

donaldson gomes
19.06.2020, 05:00:00

Ponte Salvador-Itaparica e polo sucroalcooleiro são apostas baianas após pandemia


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois da pandemia
Tem dois projetos que fazem brilhar os olhos do vice-governador e secretário de Desenvolvimento da Bahia, João Leão. Um é o da Ponte Salvador-Itaparica que, apesar da desconfiança de muita gente, segue firme, garante ele. "A ponte continua a ser uma prioridade nossa. Vai dobrar a arrecadação do estado", acredita. Segundo ele, com a estrutura, a Bahia deve passar de um total de receitas de R$ 44 bilhões por ano, para R$ 80 bilhões. A outra grande expectativa de Leão está lá nas margens do Rio São Francisco, onde a SDE trabalha pela implantação de um Polo Sucroalcooleiro. Segundo ele, serão implantadas dez usinas na região de Barra, sendo que quatro delas estariam bastante adiantadas. "Tem a Agrovale, que já é antiga, tem outra que já plantou 1,3 mil hectares de cana e as demais estão se implantando", diz. A aposta do vice-governador é por uma matéria-prima sustentável para a indústria química baiana. "A Bahia hoje tem 30% de suas receitas a partir do Polo Petroquímico, que tem 70% de sua produção voltada para equipamentos plásticos, só que a partir do petróleo. Em breve teremos a possibilidade de ter isso de uma matriz Alcoolquímica", acredita. 

PPP para o Matopiba
Outra notícia comemorada por João Leão é a PPP da Estrada do Feijão, que chegou a ser apontada como inviável. Um consórcio vai cuidar do trecho entre Feira de Santana e a ponte sobre o São Francisco, em Barra. De lá até Buritirama, a via está pronta diz. Falta concluir a pista de lá até a fronteira com o Piauí. "Com essa ligação, podemos trazer cargas do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Oeste da Bahia) para o Porto de Salvador", projeta. 

Venda de campos
A Petrobras obteve sentença favorável relativa ao processo envolvendo a venda de campos terrestres de petróleo e gás natural, e instalações integradas, aqui na Bahia. A decisão publicada ontem julgou improcedente ação popular que visava à suspensão do processo de cessão dos referidos campos. A maior parte dos campos já estão em fase adiantada de negociações contratuais. "Com a conclusão desses desinvestimentos, há a expectativa de aumento do nível de investimentos por parte dessas empresas, movimentando a economia local", diz nota da empresa. 

CVP em movimento
O geólogo João Carlos Cavalcanti não para. Presidente da Companhia Vale do Paramirim (CVP), ele anunciou ter encontrado reservas de alumínio e cobalto na região Sudoeste, em Caculé, a 780 quilômetros de Salvador. E na próxima quarta-feira, a CVP realiza nova etapa de sondagens nas reservas da empresa no município de Caetité. 

Tim Live
A Tim ampliou o seu serviço de internet fixa, o Tim Live, para oito bairros de Salvador e chegou a um total de 100 atendidos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas