Por falta de vacina, Lauro de Freitas suspende aplicação da 1ª e 2ª dose

coronavírus
12.05.2021, 18:56:43
Atualizado: 12.05.2021, 19:10:59
(Divulgação/PMLF)

Por falta de vacina, Lauro de Freitas suspende aplicação da 1ª e 2ª dose

Imunização será retomada quando a cidade receber um novo lote de vacinas. Taxistas e mototaxistas já podem se cadastrar para receber imunizante  

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Prefeitura de Lauro de Freitas anunciou, no começo da noite desta quarta (12), a suspensão da aplicação da vacina contra a covid-19 tanto em 1ª quanto em 2ª dose. Desde o início da vacinação, 35 mil pessoas receberam a primeira dose e mais de 15 mil foram imunizadas com a 2ª dose em Lauro de Freitas. As últimas doses foram aplicadas nesta quarta-feira (12).
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a vacinação será retomada assim que mais lotes dos imunizantes chegarem ao município. Desde o começo da imunização, Lauro de Freitas, assim como Salvador e outras cidades da Região Metropolitana, já suspendeu a aplicação em, pelo menos, três ocasiões, a última foi no dia 27 de abril, também por falta de doses.
 
Prefeitura cadastra taxistas e mototaxistas 
 
Taxistas e mototaxistas de Lauro de Freitas já podem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde para agendar a vacinação contra a Covid-19, o que deve ocorrer assim que a imunização for retomada na cidade. O agendamento e os documentos necessários serão informados pelo telefone: 3369-9922.
 
Por enquanto, Lauro Público tem como público apto a receber a vacina: puérperas sem comorbidades; lactantes com comorbidades, a partir de 18 anos;  pessoas com comorbidades e deficiências o esquema solicita a apresentação do relatório médico atualizado e ter acima de 18 anos; pessoas com 59 anos ou mais, nascidos até 31 de dezembro de 1961; pessoas com comorbidades acima de 18 anos;  profissionais de saúde autônomos (médicos, fisioterapeutas, dentistas, enfermeiros, farmacêuticos, auxiliares e técnicos de enfermagem, auxiliares e técnicos de saúde bucal, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, biomédicos e técnicos em radiologia). 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas