Porsche acumula 70 multas por excesso de velocidade em Salvador

em alta
18.05.2021, 06:30:00
Atualizado: 18.05.2021, 15:13:10
Cayenne é o modelo de alto luxo preferido dos baianos (Imagem: Montagem com foto Divulgação/Porsche e Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)

Porsche acumula 70 multas por excesso de velocidade em Salvador

Também há uma Ferrari autuada cinco vezes; veja lista dos 'apressados de luxo'

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

440 cavalos, 0 a 100 em apenas 5,2 segundos e uma velocidade máxima de 262 km/h. Todos esses atributos superlativos de um Porsche Cayenne V6 2017 chamam a atenção, mas não poderão ser contemplados apropriadamente se o carro for usado para andar pela Avenida Paralela, por exemplo, onde o limite é 80 km/h.

Apesar disso, um motorista não resistiu ao ronco dos motores e pisou além da dose no acelerador de seu possante. O resultado? Setenta multas por excesso de velocidade recebidas apenas em Salvador.

Esse número transformou essa Cayenne no veículo de luxo que mais foi multado por ultrapassar o limite de velocidade na capital baiana de acordo com dados do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran).

E esse modelo é justamente o que mais coloca os radares para funcionar. Por ser um dos carros de alto luxo mais populares na capital baiana, com 31 unidades registradas, ele aparece nas primeiras posições quando se trata de infrações.

Há outras unidade do modelo com 66 e 64 multas por excesso de velocidade, por exemplo.

Os Porsches, em geral, dominam a lista de infratores. Há também os modelos Boxster e Macan no top 10.

Veja o top 10 de multas por excesso de velocidade:

  • Porsche Cayenne V6: 70 multas

  • Porsche Cayenne V6: 66 multas

  • Porsche Cayenne V6: 64 multas

  • Porsche Cayenne V6: 46 multas

  • Porsche Cayenne V6: 42 multas

  • Porsche Cayenne V6: 34 multas

  • Porsche Boxster: 29 multas

  • Posche Cayenne S: 28 multas

  • Porsche Macan: 27 multas

  • Porsche Cayenne Turbo: 24 multas

Boxster é o modelo 'de entrada' da Porsche (Foto: Manuel Hollenbach/Porsche)

Outros brinquedos de luxo que às vezes passam dos limites são um Bentley Continental GT, avaliado em cerca de R$ 700 mil, que já tomou 21 multas, e uma Maserati Levante, que custa R$ 800 mil, com 18 infrações no currículo.

Milionários
Subindo um pouco o patamar, os milionários apressadinhos também precisam botar a mão no bolso quando são flagrados pelo radar. 

No caso das Ferrari, por exemplo, há 4 unidades registradas pelo Detran na capital. Dentre elas, destaca-se uma 488 GTB avaliada em mais de R$ 2 milhões com 5 multas por excesso de ligeireza.

488 GTB é um dos modelos mais rápidos do mundo (Foto: Divulgação / Ferrari)

Já uma outra Ferrari, essa uma 458 Itália de quase R$ 2 milhões, foi mais modesta: 'apenas' 3 infrações cometidas.

Saindo um pouco das Ferrari e entrando no campo das Lamborghini, há uma Huracan que custa R$ 2,3 milhões que já foi multada duas vezes em Salvador.

É interessante ressaltar que não há nenhuma Lamborghini que foi emplacada em Salvador. Ou seja: essa Huracán está registrada em outro estado, mas foi flagrada ultrapassando os limites de velocidade por aqui.

Essa prática de emplacar em outros estados, principalmente São Paulo, é comum pois esses carros de alto luxo são geralmente comprados por lá, pois não há concessionárias dessas marcas por aqui.

Um outro exemplo é uma Lamborghini Urus, de quase R$ 3 milhões, que já foi multada duas vezes em Salvador.

Inédito SUV da Lamborghini, Urus se tornou um dos carros mais cobiçados do mundo (Foto: Divulgação / Lamborghini)

Ao todo, oito Ferrari diferentes já foram multadas por excesso de velocidade em Salvador, além de outras três Lamborghinis.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas