Porto de Salvador recebe primeiro cruzeiro da temporada 2021/2022 na terça (7)

salvador
03.12.2021, 10:42:00
(Foto: Bruno Concha/Secom)

Porto de Salvador recebe primeiro cruzeiro da temporada 2021/2022 na terça (7)

Retorno dos cruzeiros na costa baiana é aguardado com expectativa pelo setor de turismo

O tão aguardado retorno dos cruzeiros em águas brasileiras, marca a estreia no Porto de Salvador na próxima terça-feira (7). A Contermas, administradora do Terminal Marítimo de Salvador, celebra o início da temporada de cruzeiros 2021/2022 na véspera do feriado da Conceição da Praia. O primeiro navio de cruzeiros a atracar no Porto da cidade será também um estreante na nossa costa. O MSC Seaside, que possui capacidade para 5.545, virá de Ilha Grande, São Paulo, com a estimativa de 4000 passageiros.

A retomada do setor no país só ocorreu após a aprovação e publicação de protocolos estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que limitou a ocupação máxima a 75% da capacidade de cada embarcação e definiu o distanciamento de 1,5m entre grupos, o uso de máscaras e a vacinação completa como obrigatórios. Para embarcar também será necessário apresentar laudo de exame PCR até 72h antes ou antígeno até 24h antes da viagem.

Em nota, a Contermas empreendeu todos os esforços para implantar os protocolos definidos no Plano de Contingência do Terminal, aprovado pela Anvisa. Serão adotadas ações para evitar aglomerações, para desinfeção de ambientes; para controle de acesso de pessoas, pois além das restrições de segurança, devem vigorar o controle sanitário, com a exigência de apresentação de cartão de vacinação contra COVID-19 completa.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas