Pouco utilizado por Dado, Raniele projeta sequência no Bahia

e.c. bahia
27.08.2021, 15:32:00
Raniele se destacou pelo time de transição do Bahia e foi puxado para o grupo principal (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Pouco utilizado por Dado, Raniele projeta sequência no Bahia

Volante foi titular contra o Grêmio e deixou boa impressão

A mudança no comando técnico do Bahia tem gerado esperança para alguns jogadores que estavam esquecidos no elenco. Um deles é o volante Raniele. Pouco utilizado por Dado Cavalcanti, o jogador foi titular na derrota contra o Grêmio, por 2x0, quando o Esquadrão dirigido por Bruno Lopes, e agora espera ter sequência com Diego Dabove. 

"Acredito que não seja o que vai definir mina titularidade (boa atuação contra o Grêmio) ou não, mas ajuda sim individualmente em campo. Eu já vivia essa situação de estar atuando pelo principal, de não estar atuando. Quando entra, não aguentar ritmo do jogo e sair logo cedo", iniciou ele. 

"Em Porto Alegre eu consegui resistir bastante o ritmo de jogo. Lógico que tem muita diferença de intensidade do aspirantes para a Série A. Consegui resistir bastante, fui até o final, saí nos últimos minutos, porque não estava aguentando mais mesmo, mas acredito que foi diferencial pra mim nessa partida, se isso vai definir eu ser titular ou não, ainda não sei. Mas ajuda sim. Acredito que pode me dar uma vantagem", afirma ele.

Independente de se será escolhido ou não por Dabove para começar jogando diante do Fluminense, nesta segunda-feira (30), às 19h, no Maracanã, Raniele não esconde que o momento turbulento do Bahia tem causado incômodo. 

O Esquadrão não sabe o que é vencer pelo Brasileirão há sete jogos. Foram seis derrotas e um empate. A fase ruim fez o time se aproximar da zona de rebaixamento. 

"Claro, incomoda todo mundo. A gente está incomodado com a situação, está incomodado. A gente sabe que que a nossa meta não é estar lutando para sair do rebaixamento. Nossa meta é lutar ali para ficar na primeira parte da tabela, consequentemente lutar por uma pré-Libertadores, Libertadores. A gente sabe que nosso elenco pode lutar por isso, sim. A gente tem qualidade no elenco para poder lutar por isso. Todo mundo incomodado, todo mundo totalmente empenhado para poder sair dessa situação", afirmou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas