Prefeito, vice-prefeita e 43 vereadores são diplomados pelo TRE

salvador
18.12.2020, 05:00:00
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Prefeito, vice-prefeita e 43 vereadores são diplomados pelo TRE

Cerimônia atesta eleitos e suplentes, que ficam aptos para exercer o mandato

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Agora diplomados e oficialmente munidos do direito de exercer o mandato que se inicia no dia 1° de janeiro de 2021. É essa a situação do prefeito eleito de Salvador Bruno Reis, da vice Ana Paula Matos,  e dos 43 vereadores eleitos em outubro. O ato de diplomação aconteceu, ontem,  na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE),  no CAB,  e contou com a presença de 37 dos 43 vereadores. Bruno, com  covid-19, recebeu, de forma virtual, o diploma.

Emocionado, o  prefeito eleito usou as redes sociais  para para falar da "honra" de ser diplomado. "No meio de uma semana de notícias tão difíceis, a realiação de um sonho: ser diplomado prefeito de Salvador. Essa conquista é resultado do reconhecimento pelo trabalho  que fazemos dia e noite para transformar Salvador. Sou muito grato aos 779.408 votos  que recebemos e reafirmo meu compromisso com cada soteropolitano". 

A solenidade, que contou com a presença do prefeito ACM Neto, foi presidida pelo desembargador Jatahy Júnior.  Com a entrega do diploma, a Justiça Eleitoral atesta os representantes eleitos e seus suplentes. Assim, eles são habilitados para exercer o mandato, mesmo que haja recurso pendente de julgamento. Ao todo, foram diplomados 69 políticos. Além do prefeito, da vice-prefeita e dos  43 vereadores, mais 24 suplentes. 

Prefeito eleito Bruno Reis recebeu diploma de maneira simbólica (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Vice-prefeita presente

Ana Paula Matos, que recebeu seu diploma de maneira presencial, falou  da emoção de ter seu mandato oficializado.  "Pode ter certeza que eu estou muito honrada e muito alegre pela oportunidade. Chegar até aqui foi fenomenal. Vou me dedicar ao máximo para que Salvador se torne um lugar ainda melhor para morar", afirmou.   "A minha expectativa é que, a partir do primeiro dia de mandato, possamos utilizar toda nossa experiência de trabalho que adquirimos nos últimos oito anos para termos uma gestão ainda mais comprometida com a vida das pessoas. Bruno Reis e eu temos, além de uma grande amizade, uma bela história de trabalho em conjunto que vai continuar".

Ana Paula falou da alegria de estar na oficialização do seu mandato como vice-prefeita (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Ana Paula falou sobre a ausência do prefeito eleito Bruno Reis e lamentou que ele não estivesse lá para receber o diploma ao seu lado.  "É uma pena que ele não esteja aqui hoje para receber o seu diploma presencialmente. Um ser humano muito dedicado e com uma história de trabalho muito árdua que o trouxe até. Infelizmente, ele não pôde estar aqui para oficialização, mas, com certeza, estará em todo mandato trabalhando como sempre pela nossa cidade", lamentou.

O prefeito ACM Neto destacou a  importância da união entre o poder executivo municipal e a Câmara. "Todas as transformações que tivemos na cidade durante esses oito anos se devem a união entre executivo e Câmara. Tenho certeza que isso vai continuar e a Câmara ainda terá seu processo interno de escolha, mas pra mim está claro que Geraldo Júnior continuará presidindo a Casa. Sei da relação de respeito mútuo dele com Bruno Reis e que ambos vão trabalhar sintonizados pensando na cidade", declarou.

Neto salientou a importância da união entre câmara e executivo (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Empolgação e alegria

Os candidatos presentes na cerimônia mostraram muita alegria com a vitória nas urnas e a possibilidade de participar de maneira ativa dentro da câmara municipal pelos próximos quatro anos. Um deles foi Geraldo Júnior (MDB), que atuou como presidente da câmara no último mandato e vai ser vereador de Salvador pela quarta vez. "Ser eleito pela quarta vez é uma alegria muito grande pra mim. A gente fica muito feliz de poder representar nossa cidade e ver que tanta gente confia no nosso trabalho em um momento de tanta dificuldade por conta da pandemia. Salvador teve mais de mil e quinhentos candidatos, o que representou um grande aumento, e, mesmo assim, ser honrado com o voto da cidade me conforta", afirmou.

A mulher mais votada em  Salvador, Ireuda Silva (Podemos) não escondeu  a satisfação ao ser diplomada. "Pegar esse diploma é uma validação, uma aprovação pelo trabalho que fizemos nos últimos quatro anos. A expectativa é trabalhar e trabalhar muito mais porque venho com um novo mandato e mais experiência. É o que quero, me empenhar ainda mais nos próximos anos em pautas importantes como o combate a violência contra mulher", prometeu.

Ireuda reafirmou seu compromisso no combate a violência contra mulher e comemorou eleição (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Outra mulher eleita para a Câmara de Salvador  foi Maria Marighella (PT). "É uma alegria e uma responsabilidade enorme estar eleita em uma cidade como Salvador. Olha, é muita emoção pelo tamanho do desafio colocado pra mim a partir processo coletivo cidadão que construiu essa candidatura. Posso dizer que é uma alegria enorme que vem junto com muita responsabilidade", disse.

Maria falou da alegria e responsabilidade que sente ao estar eleita (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Vereadores de primeira viagem

Maria Marighella estará como vereadora pela primeira vez. Ela faz parte do grupo de 17 novatos que nunca ocuparam o cargo de vereador na cidade do Salvador. Outro que faz parte desse grupo é André Fraga (PV), que preferiu não comparecer no evento por conta da pandemia, mas falou com a reportagem  por telefone. "A alegria é grande por estar eleito, mas o senso de responsabilidade é maior. A expectativa é fazer um mandato que honre as pautas da sustentabilidade, inovação e educação, fazendo uma política mais colaborativa. Preferi não estar aí por conta da alta de casos, que assusta e, por isso, optei por fazer de maneira digital", explicou.

André Fraga acompanhou diplomação de casa (Foto: Reprodução)

Pretas por Salvador, a única candidatura coletiva eleita no pleito eleitoral soteropolitano também fará parte da câmara de maneira inédita. Ela é composta por Laina Crisóstomo, Cleide Coutinho e Gleide Davis (PSOL), que conversaram com a reportagem do CORREIO sobre a oportunidade de ocupar espaços dentro da câmara municipal. "A ideia da candidatura coletiva é partilhar poder e também ampliar os pensamentos para definir projeto político. É uma tática eleitoral, mas é além disso: é uma forma plural de pensar política, como Salvador precisa", afirmou Laina. Gleide falou sobre a alegria da vitória eleitoral. "É muita alegria, muita gratidão por seguir fazendo luta agora em outro espaço, dentro da Câmara Municipal de Salvador", declarou.

Cleide, Laina e Gleide falaram da alegria de poder fazer política de maneira plural (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Roberta Caires (Patriota) é outra vereadora de primeira viagem que comemorou o feito de conseguir estar entre os 43 eleitos. "Eu tô muito emocionada e feliz hoje porque a diplomação é a efetivação em que a justiça me reconhece como vereadora eleita de Salvador. Então, é uma emoção que não cabe dentro do peito. Mas também faz pesar nos ombros a responsabilidade de entregar para a população políticas públicas efetivas e transformadoras para as pessoas", disse.

Mandato oficializado

O desembargador Jatahy Júnior afirmou que a cerimônia é um momento para prestigiar os candidatos aprovados e reconhecidos pelo povo soteropolitano. "Esse é o último ato do período eleitoral, o coroamento dos que conseguiram aprovação na urnas. A diplomação é um documento da justiça eleitoral para que o candidato eleito tome posse, ou seja, é um documento hábil", informou.

*Com orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas