Prefeitura recebe doações para regiões atingidas por rompimento de barragem

bahia
17.07.2019, 18:13:00
Atualizado: 17.07.2019, 18:13:54
Município de Pedro Alexandre depois da inundação (Foto: Júnior Nascimento/ CORREIO)

Prefeitura recebe doações para regiões atingidas por rompimento de barragem

Os donativos podem ser entregues a partir desta quinta-feira (18), das 8h às 17h

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quem quiser ajudar os moradores de Pedro Alexandre e Coronel João Sá, municípios do Nordeste da Bahia que foram atingidos pelo rompimento da barragem do Quati na semana passada, pode fazer a doação de roupas e alimentos nas prefeituras-bairro de Salvador. O incidente deixou 2 mil pessoas desalojada.

Segundo a prefeitura de Salvador, as doações podem ser feitas a partir desta quinta-feira (18) e as principais necessidades são: água potável, alimentos não-perecíveis, materiais de higiene pessoal, roupas em bom estado de conservação, de cama e banho e produtos de limpeza.

Morador observa parte dos estragos provocados pelo incidente (Foto: Evandro Veiga/ CORREIO)

O prefeito de Pedro Alexandre, Pedro Gomes Filho, disse que está distribuindo cestas básicas para os moradores atingidos, e que toda ajuda é bem-vinda.

“O município já faz essas doações, independentemente do que aconteceu, através das Secretaria de Assistência Social. Ao contrário do que está sendo noticiado, não estamos recebendo ajuda o Brasil todo. A única ajuda desse tipo que estamos recebendo é das Voluntárias Sociais, então, quem puder nos ajudar a gente agradece”, afirmou.

As unidades das Prefeituras-bairro Centro/Brotas, Subúrbio/Ilhas, Cajazeiras, Itapuã, Cidade Baixa, Barra/Pituba, Cabula/Tancredo Neves, Pau da Lima, São Caetano/Liberdade e Valéria receberão os donativos das 8h às 17h, durante a semana.

Animais precisaram ser resgatados (Foto: Evandro Veiga/ CORREIO)

Em nota, o secretário das Prefeituras-bairro, Luiz Galvão, destacou a importância do envolvimento de todos para atenuar as dificuldades que estão passando as populações de Pedro Alexandre e Coronel João Sá.

“É nosso dever contribuir para, de alguma forma, minimizar o sofrimento e os transtornos causados pelo rompimento dessa barragem. A gestão de Salvador está determinada com o objetivo de ajudar os moradores desses municípios a terem as suas vidas normalizadas”, afirmou.

O prefeito ACM Neto se solidarizou com as famílias atingidas pela tragédia e colocou a Defesa Civil de Salvador à disposição das duas prefeituras do interior.

Água invadiu casas e destruiu móveis (Foto: Evandro Veiga/ CORREIO)

Mau tempo
A previsão é de mais chuva para a região onde ficam as cidades de Pedro Alexandre e Coronel João Sá, nos próximos dias. O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) informou que vai emitir uma alerta para a Defesa Civil sobre uma frente fria que deve chegar à região na noite desta quarta-feira (17) e vai permanecer até a terça-feira (23).

Durante esse período haverá chuvas intensas, com ventos fortes e temperaturas mínimas de até 16ºC. Segundo os meteorologistas, esses períodos de mau tempo são comuns nesta época do ano, e a região do Quati vai ser mais castigado entre o sábado (20) e segunda-feira (22), quando as chuvas serão mais intensas e constantes.

Nesta quarta-feira (17) foi retomado o abastecimento de água no município de Pedro Alexandre. Cerca de 1,5 mil residências foram afetadas e estavam sendo atendidas com carro-pipa depois que as fortes chuvas no município danificaram, na sexta-feira (12), a estrutura que sustentava o trecho da adutora que abastecia a sede municipal, às margens de um riacho.

Moradores estavam sendo abastecidos através de carros-pipa (Foto: Evandro Veiga/ CORREIO)

Em nota, a Embasa informou que concluiu, nesta terça-feira (16), a obra emergencial de implantação de uma nova estrutura de rede adutora.

“Com isso, o abastecimento por meio da rede distribuidora já foi reiniciado de forma gradativa, com previsão de regularização completa na sede municipal na noite de quinta-feira (18). Os carros-pipa continuam sendo disponibilizados, com prioridade para escolas e áreas públicas que estão servindo de abrigo e residências que ainda não tiveram seu abastecimento regularizado”, diz a nota.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas