PRF flagra carro transitando com mudança no teto

bahia
25.02.2021, 06:49:17
Atualizado: 25.02.2021, 07:26:13
(Divulgação/PRF)

PRF flagra carro transitando com mudança no teto

Dentro do carro, passageiros se amontoavam entre caixas e roupas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Parace cena de filme, mas foi o flagrante foi real, em Paulo Afonso, na Bahia. Um carro foi flagrado com uma mudança no teto, que superou todas as dimensões pertimitidas pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Policiais rodoviários federais flagraram a situação perigosa na tarde desta quarta-feira (24). Durante os procedimentos de abordagem, a equipe também flagrou que o veículo estava com lotação excedente, pois transportava seis pessoas em um carro com capacidade para cinco.

Dentro do veículo, os passageiros se amontoavam entre as caixas e roupas da mudança. Além disso, o condutor estava com a CNH vencida. Foram aplicadas as multas que juntas somaram R$ 618,86 e geraram 16 pontos na CNH do motorista. 

Ele foi autuado por dirigir o veículo com validade da Carteira Nacional de Habilitação vencida há mais de 30 dias; conduzir o veículo com lotação excedente; e transportar em veículo destnado ao transporte de passageiros carga excedente.

Após a regularização, a família pôde prosseguir viagem. Todos foram alertados que a situação imprudente estava pondo em risco à vida dos próprios ocupantes do carro e dos demais usuários da rodovia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas