Primeiro dia de palestras do Scream vai da maionese de dendê à Marte

salvador
03.12.2021, 18:56:00
(Foto: Divulgação)

Primeiro dia de palestras do Scream vai da maionese de dendê à Marte

Festival de criatividade e mídia reúne mais de 120 palestrantes até sábado (4), no Centro Histórico de Salvador

O Centro Histórico de Salvador está com um movimento diferente nesta sexta-feira (3). Realizado no Teatro Gregório de Mattos, Espaço Cultural da Barroquinha e Fera Palace Hotel, o Salvador Creativity and Media Festival – Scream Festival 2021 está agitando a região com recorde de inscritos para assistir aos mais de 120 palestrantes previstos na programação, que segue até este sábado (4). Teve o radialista Mário Kertész contando suas histórias da vida pessoal e profissional, avaliações políticas e sociais sobre a capital baiana e perspectivas de futuro para a cidade. 

No mesmo palco, do Fera, o painel Gastronomia Ancestral foi um caldeirão histórico-cultural com Solange Borges, da Culinária de Terreiro, o ator e afrochef Jorge Washington, Cadu Moura, participante do Mestre do Sabor e a chef Lili Almeida. A importância da representatividade na gastronomia foi o lugar de fala para todos. Cadu, por exemplo, ressaltou que a valorização do ingrediente não acontece através da fala, é preciso levar para a receita. “Uso dendê nos pratos tradicionais, mas também faço a maionese de dendê que as pessoas adoram”, conta. 

Já Lili contou, emocionada, que despertou para a representatividade na culinária quando iniciava na profissão: “Quando eu estudava e ia para eventos como este (Scream), vi uma chef branca contando a nossa história e pensei que era a história da minha vida. A partir dali, decidi que eu ia conhecer esta história, pesquisar a origem e ser uma representante preta dessa história que nos foi roubada”.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Além da Terra
Da Bahia para Marte, o painel sobre práticas sociais, sustentáveis e de governança, a tarde, no Gregório, mexeu com a platéia, afinal, não é todo dia que um astronauta alerta sobre a quantidade de lixo espacial e a falta de água potável no planeta Terra. “O turismo espacial é real e uma grande oportunidade de investimentos e desenvolvimento. Nós ainda estamos numa triste realidade com aeronaves antigas, satélites obsoletos, ferramentas perdidas na órbita. A exploração espacial ainda não é sustentável”, relata o aspirante a astronauta da Possum, Rodrigo Santiago.

No mesmo painel, diretamente da Nasa, a líder Leka Hattori alertou para a urgência de soluções. “Os dados da Nasa não são fake news. Parece ficção científica, mas é real, é o caminho da humanidade. Anna (Luisa Beserra, da SWD) está ajudando com água potável porque toda a humanidade precisa, mas cada um tem que saber das suas atitudes”, ressaltou. 

A boa notícia anunciada por Leka foi que, entre as 43 cidades participantes da maratona Nasa Space App Challenge no Brasil, Salvador ficou em primeiro lugar em relação a quantidade de desenvolvimento de projetos. “Salvador ficou em sexto lugar do mundo, o que nos coloca como uma cidade muito inovadora no sentido de trabalhar ideias e tudo isso passa pela criatividade, não é só uma questão de técnica ou tecnologia”, celebra Leka. O painel foi mediado pela empresária do setor de start ups Mel Oliveira e teve ainda a participação de Anna Luisa Beserra, baiana premiada pela Organização das Nações Unidas (ONU) pelo desenvolvimento de tecnologias que levam água potável para o semiárido brasileiro. 

O primeiro dia de Scream teve ainda apresentação do case Afropunk e debate sobre a cena do movimento cultural negro mundial, painel sobre tecnologias a favor do prazer, da liberdade e da autonomia, homenagem ao publicitário Duda Mendonça, bate-papo sobre criação de crianças prodígio e diversos outros conteúdos.

Abertura
Na abertura do evento, que ocorreu na manhã desta sexta-feira (3) no Teatro Gregório de Mattos, o prefeito de Salvador, Bruno Reis, juntamente com o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, e a presidente da Associação Baiana do Mercado Publicitário (ABMP), Ana Coelho, celebraram a criatividade dos baianos e a importância do evento, o maior de criatividade do Norte e Nordeste.

Participando pela primeira vez do Scream, o prefeito de Salvador ressaltou como o setor criativo pode gerar negócios para a capital baiana. “Enxergar na criatividade uma oportunidade de gerar emprego e renda é uma questão muito levantada na nossa gestão. Temos nesse polo uma boa saída para diminuir a desigualdade social e melhorar a vida do nosso povo. Fundamental explorarmos nossas potencialidades, sempre pensando na religiosidade, culinário, paisagens e vivências do soteropolitano”.

Encerrando sua gestão como presidente da ABMP nesta edição do Scream Festival, Ana Coelho deu boas-vindas para o prefeito e adotou o mesmo tom de discurso de Bruno Reis. “A economia criativa já é uma propulsora de negócios. Por que não trazer isso com força para a Bahia? O momento ainda é de dificuldade e retomada, claro. Mas, ideias criativas devidamente apoiadas podem gerar impactos transformadores”.


Segundo dia 
O Scream Festival continua neste sábado (4), de 9h às 18h, com mais conteúdo e provocações. O diretor de marketing da 99, Cleber Paradela, participa mais uma vez do evento, desta vez virtual. Assíduo desde a primeira, ele é também professor de Futurismo e Tecnologias Exponenciais da pós de Inovação da ESPM e coordenador do Bootcamp de Inteligência Digital da Miami Ad School, e será entrevistado pelo publicitário Maurício Magalhães, às 9h, no teatro, em um bate-papo sobre “Tendências e que futuro é esse?”. 

Vai ter ainda painéis com Bob Wollheim (CI&T), a atriz Carolina Ferraz, Paulo Rogério (Vale do Dendê), Genilson Coutinho (Dois Terços), Pai Rychelmy (Casa do Mensageiro), Pedro Arthur Lucena (Abayomi), Leonardo Leal e Mayara Stelle (Sleeping Giants), Dado Schneider e outros convidados. Para fechar, haverá ainda o anúncio dos vencedores do Prêmio CCBA, realizado pelo Clube de Criação da Bahia, e a posse da nova diretoria da entidade realizadora do festival, a Associação Baiana do Mercado Publicitário, que será presidida por Lucas Reis.

O Scream Festival está sendo exibido também pela internet, gratuitamente, no www.screamfestival.com.br. Com o mote “Novas formas do agora”, o evento é realizado em três endereços do Centro Histórico, simultaneamente: Fera Palace Hotel, Teatro Gregório de Mattos e Espaço Cultural da Barroquinha. A realização é ABMP, com a Prefeitura Municipal de Salvador através da Saltur, e parceria do Sebrae Bahia. As inscrições seguem abertas e custam R$50.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas