Procura de voos para o Carnaval de Salvador tem aumento de 11%

salvador
21.02.2020, 14:01:00
Atualizado: 21.02.2020, 17:38:36

Procura de voos para o Carnaval de Salvador tem aumento de 11%

Pelo mar, seis navios atracam na capital baiana, com uma média de 16.746 passageiros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Turistas do Maranhão vão pular o Carnaval no Camarote do Nana
(Foto: Bruno Wendel/CORREIO)

O maranhense Célio Silveira, 45 anos, cresceu pulando nos carnavais fora de época, como o Fortal (Forteleza) e o Carnatal (Rio Grande do Norte). Mas faltava uma coisa: vivenciar o verdadeiro axé baiano. “Sou apaixonado pela música baiana e hoje realizei meu sonho”, disse ele, que vai pular pela primeira vez no Carnaval de Salvador. Célio é mais um turista que cruzou os céus, aumentando o número de voos em 11% para a capital baiana, em relação ao mesmo período do ano passado. 

Segundo a Vinci Airports, concessionária do aeroporto, entre os dias 17 de fevereiro e 1º de março, 2.407 voos serão operados no aeroporto da capital baiana. Destes, 2 296 são domésticos e 111 são internacionais. O número representa cerca de 380 mil assentos para os passageiros, 9% a mais que o ofertado no ano passado.

Em comparação com o ano passado, também houve aumento no número de voos extras (4%), com 189 voos a mais para os aeroportos de Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Porto Seguro, Vitória, Vitória da Conquista, Rio de Janeiro-Galeão, Campinas-Viracopos, São Paulo-Congonhas e São Paulo-Guarulhos. Cuiabá e Porto Alegre também terão voos diretos durante a folia.

"Isso demonstra a força do Carnaval. Esses turistas chegam para passar em média sete dias na cidade, brincam em média cinco dias nos carnavais nas ruas. Então, durante duas semanas, a gente tem esse fluxo”, avaliou o titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Cláudio Tinoco, durante avaliação da primeira noite oficial de Carnaval, na manhã desta sexta-feira (21), no Campo Grande.

Célio veio à Salvador com a mulher, a pedagoga Bruna Pinto, 41, e o casal de amigos, o contador Pedro Henrique Ribeiro, 45, e a pedagoga Taís Lua, 42. “Não poderíamos deixar de vir ao melhor Carnaval do Brasil”, disse Pedro Henrique. O quarteto vai curtir a festa baiana no Camarote do Nana.

Um outro grupo de turistas do Pará vai pular no Coruja, bloco puxado por Ivete Sangalo. “Ela é uma cantora fantástica, de uma energia ímpar e, por isso, decidimos brincar o Carnaval com ela”, disse a funcionária pública Isolda Raquel, 58, na companhia das amigas Solange Sena, 48, e Lídia Maria, 54. 

Não para por aí. Este ano é a segunda vez que a paraense Lorrana Marilac vem ao Carnaval de Salvador. “Adorei o povo, a cidade, as atrações, tudo perfeito. Não foi à toa que retornei”, disse a assistente social. A amiga dela, Natiele Benaion, 33, faz a sua estreia. “Vim conhecer o axé da Bahia e estou amando. Não paramos um segundo”, declarou entusiasmada, a operadora de caixa. Ambas curtirão no Camarote Premier. 

Amigas do Pará vão curtir três dias no Camarote Premier
(Foto: Bruno Wendel/CORREIO)

Cruzeiros
O Carnaval dos Carnavais de Salvador recebe turistas também pelo mar. Desde a última sexta-feira (14) até a próxima terça-feira (25), seis navios atracam na capital baiana, com uma média de 16.746 passageiros. Os próximos desembarques no Terminal Marítimo do Comércio serão o do navio Europa 2, trazendo 516 pessoas, e do MSC Seaview, com 5.210 passageiros. O Europa 2 chega às 8h de sábado (22) e o MSC Seaview às 20h de segunda-feira (24). Na terça (25), último dia da folia, a embarcação Island Princess aporta na capital com mais 1.974 pessoas.

“Esse é um recorde no número de visitantes através dos cruzeiros. Isso demonstra que esse é um meio importante de visitação à cidade e de chegada de turistas. Além disso, a gente sabe que muitos turistas que estão hospedados no próprio navio virão para consumir o conteúdo da festa, seja comprando para se divertir no bloco, camarote ou pela proximidade com o Centro Histórico e com o Circuito Osmar (Centro)”, afirmou Cláudio Tinoco.

A expectativa, segundo Tinoco, é que os passageiros possam viver a experiência do Carnaval, sendo fidelizados e impactados para que retornem em outros momentos e usufruam da cidade em todos os aspectos. “Esperamos que eles possam levar da cidade essa boa experiência, fazendo com que o Carnaval seja esse grande palco de exposição e projeção da cidade”, diz.

Balanço
Em todo o Verão, a previsão é que 137.346 turistas cheguem à cidade por meio dos cruzeiros. As visitas no período carnavalesco somam-se à alta taxa de ocupação dos hotéis (de 95% a 100%) prevista por entidades ligadas ao trade baiano para a folia.

O CORREIO Folia tem o patrocínio do Hapvida, Sotero Ambiental, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e apoio do Salvador Bahia Airports e Claro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas