Projetos da Ufba sobre combate ao óleo no litoral são selecionados pela Capes

bahia
22.01.2020, 22:21:00
Manchas de óleo começaram a chegar no litoral baiano em outubro (Foto: Arquivo CORREIO )

Projetos da Ufba sobre combate ao óleo no litoral são selecionados pela Capes

Foram 278 propostas analisadas em todo o país e 12 escolhidas  

Dois projetos de estudo e combate ao óleo no litoral brasileiro, elaborados por pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (Ufba), foram escolhidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Os projetos baianos vão se juntar a outros dez selecionados pela Capes. No total, foram 278 propostas analisadas.

As matérias são de autoria da coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde, Ambiente e Trabalho (PPGSAT), da Faculdade de Medicina da Bahia, Rita de Cassia Rêgo, e da professora e doutora em Geopolítica, da Faculdade de Geografia, Catherine Prost.

As pesquisas serão divididas em áreas temáticas: avaliação dos impactos ambientais e socioeconômicos, biorremediadores, dispersão do óleo, processamento de resíduos, tecnologia aplicada à contenção do óleo e saúde coletiva. Cada uma delas receberá até R$ 100 mil e uma bolsa de mestrado, a ser implementada até junho de 2020.

Segundo a Capes, a iniciativa foi desenvolvida para atender, de forma eficiente e eficaz, ao pedido feito pelo Grupo de Acompanhamento e Avaliação formado pela Marinha do Brasil, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais e Renováveis, criado no âmbito do Plano Nacional de Contingência para responder rapidamente às necessidades de limpeza das praias e contenção da mancha de óleo em águas brasileiras.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas