Quadrilha que roubava motos e revendia pelo Facebook é desarticulada na Bahia

bahia
18.06.2019, 17:20:00
(Divulgação)

Quadrilha que roubava motos e revendia pelo Facebook é desarticulada na Bahia

18 motocicletas foram recuperadas e sete já foram devolvidas aos donos

Uma quadrilha que roubava e revendia motos foi desarticulada na cidade de Nova Fátima, no nordeste baiano. De acordo com fontes da delegacia da cidade, a investigação começou em abril e resultou na recuperação de pelo menos 18 motociclistas.

De acordo com a delegacia, as motos eram roubadas em Feira de Santana e cidades próximas, como São Gonçalo, e levadas para Várzea da Roça e Capim Grosso, onde os bandidos tinham uma casa de aluguel. "No local as motocicletas eram totalmente descaracterizadas. Trocavam peças, mudavam a placa e suprimiam o chassi, vendendo como moto de leilão", disse uma fonte da delegacia, que preferiu não ter seu nome identificado. 

Ao todo, foram 18 motos e um carro apreendidos. Destas motos, sete já foram entregues aos seus donos, vítimas de furto e roubo, enquanto as outras 11 ainda estão sendo periciadas. "Algumas delas eles mexeram tanto que é difícil identificar. E o carro, um Citroen Aircross, nós descobrimos que é clonado. Quando ligamos para localizar a dona, ela disse que o carro dela nunca foi roubado. Ou seja, um rapaz de Barrocas pagou R$ 20 mil nele sem saber que era clonado e levou um golpe", disse a fonte.

Venda pelo Facebook
As investigações começaram quando uma vítima acessou uma página no Facebook, onde a quadrilha anunciava os produtos roubados, e identificou que sua moto estava entre os itens à venda. Morador de Feira, o rapaz ligou para o telefone do anúncio e falou com um dos bandidos, Janilson Silva de Oliveira, que recebia comissão com as vendas.  

Motos eram vendidas pelo Facebook (Foto: Reprodução)

Como o vendedor morava em Queimada e a vítima em Feira, os dois marcaram de se encontrar no meio do caminho. "Para não ficar longe para nenhum dos dois, ambos marcaram um encontro em um posto de gasolina de Nova Fátima. Chegando lá, o bandido levou uma outra moto e a vítima reclamou. Aí ele disse que levou outro material porque a motocicleta era muito melhor. O rapaz que foi roubado foi até Queimadas, confirmou que a moto era dele e prestou queixa. A polícia fez uma operação com mais de 15 homens e fez o flagrante", narra a fonte.

O vendedor foi preso em flagrante no início de maio e teve o seu celular apreendido, além de sete motos, R$ 16 mil e um notebook. No telefone, a polícia descobriu que uma quadrilha roubava e vendia motos pela internet. Como colaborou com as investigações e informou os nomes dos compradores, o homem foi liberado mediante pagamento de fiança. Durante as investigações, outros dois homens, de prenomes Willian de Souza e Eugênio Alves da Silva, foram presos em maio e levados para Juazeiro.

Foto: Divulgação

"Na perícia do celular nós descobrimos que já eram mais de 30 motos vendidas. Já devolvemos sete aos donos e buscaos os demais. No computador, nós encontramos formulários em branco, de notas de leilão. Eles vendiam como se fossem produtos adquiridos legalmente em leilões", completa a fonte.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas