Queda no preço da gasolina: o que esperar do cenário econômico no segundo semestre de 2022

minha bahia
06.07.2022, 18:10:00

Queda no preço da gasolina: o que esperar do cenário econômico no segundo semestre de 2022

Programa debate panorama econômico do segundo semestre no país

O ano chegou na metade e, até aqui, o baiano e brasileiro tem enfrentado muitas dificuldades quando o assunto é economia. Alta no combustível, gás, alimentos... o retrospecto de 2022 não é muito positivo até aqui e, constantemente, novas pesquisas e matérias são divulgadas alertando para novos aumentos de produtos fundamentais no dia a dia da população.

 Porém, na contramão dessa maré negativa, governos estaduais anunciaram a redução na base de cálculo do ICMS, o que impactou numa redução imediata dos combustíveis nessa virada de semestre. Será que isso é um sinal que as coisas estão melhorando?

Por isso, neste episódio 55 do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast de reportagens especiais do Correio, o convidado é o professor Carlos Eduardo Drummond, que ensina no departamento de ciências econômicas da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), que fica no sul do estado da Bahia. O especialista analisa o cenário dos primeiros seis meses de 2022 e detalha quais os setores que mais foram impactados e onde a população encontrou mais dificuldades para se manter.

Você também pode ouvir em outros aplicativos (veja abaixo)

O professor também explica de que forma a redução do ICMS impacta no recuo do preço dos combustíveis e faz um alerta sobre as consequências dessas decisões tomadas pela gestão pública. Isso porque o governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou uma redução de R$ 2,4 bilhões na arrecadação do estado após a mudança na base de cálculos do imposto.

O podcast também apresenta detalhes do crescimento da cesta básica no estado da Bahia. Salvador foi apontada como a segunda capital que mais sofreu com o aumento do preço dos alimentos básicos para a população, com crescimento de 25%. De que forma a queda no valor dos combustíveis pode auxiliar na diminuição do valor desses alimentos? O professor Carlos Eduardo Drummond detalha essa relação durante o programa.

O episódio tem produção, narração e edição feitas por Vinícius Harfush.

Toda semana, você tem no podcast O Que a Bahia Quer Saber uma matéria especial em formato de áudio. Um mergulho em algum tema de relevância para o estado. Você poderá acessar os episódios aqui mesmo no site do Correio* no seu aplicativo favorito de podcasts: no Spotify, no Deezer, no Anchor, no Google Podcasts ou no Apple Podcasts.

Você também pode ouvir nos aplicativos de sua preferência:

Spotify:

Para ouvir diretamente no Spotify, clique aqui.


Apple Podcasts:

Para ouvir diretamente no Apple Podcasts, clique aqui.


Castbox:


Deezer:


Para ouvir diretamente no Deezer, clique aqui.


Google Podcasts:


Para ouvir diretamente no Google Podcasts, clique aqui.


Outros aplicativos


Para ouvir no Stitcher, clique aqui.

Para ouvir no Pocket Casts, clique aqui.

Para ouvir no Breaker, clique aqui.

Para ouvir no Radio Public, clique aqui.


Mas... O que é "podcast"?

Podcast é um programa de áudio, igualzinho a um de rádio. A diferença é que você pode ouvir quando, como e onde quiser. Pode ser no celular, no computador ou na TV. Se quiser, você pode pausar, voltar, adiantar ou pular os trechos, se preferir.

Para ouvir, basta tocar no player acima. Ou, se preferir, basta clicar nos links para ouvi-lo no Spotify, no Deezer, no Apple Podcasts ou no Google Podcasts. Também é possível buscar os episódios diretamente nos aplicativos.

O Que a Bahia Quer Saber

O CORREIO produz podcasts desde 2017, quando iniciou o Bate-Pronto Podcast, sobre futebol baiano. Em 2020, lançamos o O Que a Bahia Quer Saber, podcast diário com notícias relevantes para o estado.

Em 2021, o O Que a Bahia Quer Saber volta com formato especial: a cada semana, o leitor (e ouvinte!) terá uma matéria especial, com o padrão do CORREIO de jornalismo, porém explorando toda a riqueza que o áudio pode trazer.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas