Quem será o camisa 9 do Vitória na temporada 2022?

e.c. vitória
25.01.2022, 16:11:00
Sob os olhares de Dado Cavalcanti, Guilherme Queiroz treina na Toca do Leão (PIETRO CARPI / ECVITÓRIA)

Quem será o camisa 9 do Vitória na temporada 2022?

Guilherme Queiroz largou na frente; Roberto, Ronaldo e Dinei são as outras opções; David segue sem treinar

Já faz mais de um ano que a camisa 9 do Vitória não tem um dono pra chamar de seu. Depois de Léo Ceará ostentar o posto em 2020, nenhum jogador conseguiu se firmar na posição com regularidade. No ano passado, sete centroavantes de ofício vestiram a camisa rubro-negra: Walter, Samuel, Dinei, Manoel, Eron, Anibal Vega e Samuel Granada. E quem melhor aproveitou a chance foi David, que até então não era centroavante.

Samuel se destacou no primeiro semestre, mas caiu de rendimento no segundo e nunca mais recuperou a titularidade de verdade. Pelo que rendeu no início do ano passado, foi negociado este mês com o Oita Trinita, do Japão.

Vice-artilheiro da Série C 2021 com o Altos, Manoel defendeu o Vitória por três meses, e em 11 jogos não fez sequer um gol. Voltou para o time piauiense este ano.

Walter, Anibal Vega e Samuel Granada não mostraram resultado, foram pouco aproveitados e deixaram a Toca do Leão antes do final da temporada. Prata da casa, Eron teve algumas chances, mas as desperdiçou.   

Dinei acabou lesionando o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e precisou passar por cirurgia em agosto. O centroavante de 38 anos teve o contrato renovado e voltou a treinar no campo na última segunda-feira (24) para iniciar o processo de reabilitação, mas ainda não há previsão de quando estará à disposição do técnico Dado Cavalcanti. 

Quando estiver apto, ele vai brigar por posição com os outros centroavantes de ofício do elenco: Guilherme Queiroz e Ronaldo. O primeiro foi contratado para esta temporada. O segundo é cria da base, tem 19 anos e foi promovido ao profissional na semana passada. Há ainda o recém-contratado Roberto, ponta direita que já jogou de 9 ao longo da carreira e tem sido utilizado assim por Dado Cavalcanti.

Guilherme Queiroz largou na frente. Titular nos dois primeiros jogos do Campeonato Baiano, ele abriu a contagem da artilharia do Vitória em 2022, ao balançar a rede no empate em 1x1 com a Juazeirense, no Barradão, na estreia do torneio. Roberto o substituiu nesse e no triunfo por 1x0 diante do Barcelona de Ilhéus, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana, mas ainda não encontrou o caminho do gol. Ronaldo ainda não sentou sequer no banco de reservas.    

David

David também sabe exercer a função de homem de área. Ele se profissionalizou no ano passado atuando pelas beiradas do campo. Veloz e habilidoso, mostrou seu cartão de visitas à torcida do Vitória desse jeito logo na estreia, ao marcar o segundo gol do Leão no empate em 3x3 com a Unirb, na rodada inicial do Baiano 2021.

Na reta final da última edição da Série B do Brasileiro, quando Dinei estava machucado e os dois centroavantes disponíveis, Samuel e Manoel, não estavam rendendo, David foi testado como camisa 9 pelo técnico Wagner Lopes. Se adaptou, encontrou o caminho do gol e jogou assim até a rodada derradeira do torneio. 

Dono de 11 gols com a camisa vermelha e preta, o atacante de 22 anos seria uma opção para vestir a 9 também com o técnico Dado Cavalcanti, mas não treina na Toca do Leão desde a quinta-feira (20) passada. Após se recuperar de covid-19, ele seria titular contra o Barcelona de Ilhéus, no último domingo (23). 

Segundo o empresário do jogador, Daniel Casagrande, o atacante só voltará a se apresentar após o imbróglio sobre seus direitos econômicos ser resolvido. De acordo com o agente, David teria direito a 10% deles. O assunto veio à tona após uma transação não realizada com o Metalist, da Ucrânia.

Em Salvador desde o final de semana, o empresário informou que ainda não foi recebido no clube. "Estou tentando marcar uma reunião, mas sem sucesso. O presidente fala que só nos encontra se David voltar a treinar antes", contou Daniel Casagrande. Enquanto isso, o atleta está mantendo a forma física com a orientação de um personal trainer. Procurado pela reportagem, o Vitória não se manifestou.     

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas