Questão de hábito: Veja como montar um orçamento inteligente

economia
06.01.2020, 05:00:00
'Para ter inteligência financeira é preciso treinar', afirma Cerbasi ( Soraia Carvalho/ASN Bahia)

Questão de hábito: Veja como montar um orçamento inteligente

Autor do best-seller 'Casais Inteligentes enriquecem juntos', Gustavo Cerbasi, ensina como utilizar a inteligência financeira para melhorar a gestão do seu orçamento

“Quanto mais se pratica, mais apuradas ficam as escolhas”. Muita gente faz malabarismo mês a mês para tentar fechar a conta, que muitas vezes, é bem maior do que está lá descrito no contracheque. Não é milagre, nem receita de bolo ou ‘coisa de rico’. O fato é que é possível sim, montar um orçamento inteligente, como ensina o educador financeiro, Gustavo Cerbasi. 

“O brasileiro já sabe que está endividado porque não leu contratos, ou porque não fez uma reserva para emergências, ou porque exagerou nas compras a prazo ou no otimismo em relação à estabilidade no emprego. Porém, apesar de saber os motivos, não consegue mudar sua realidade. É aqui que entra a Inteligência Financeira”, explica o autor 16 livros com mais de 2,5 milhões de exemplares vendidos, entre eles o best-seller “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”. 

“É preciso ponderar melhor suas escolhas, a fazer planos de curto, médio e longo prazos, a acionar gatilhos motivacionais que fortaleçam a disciplina na condução de planos de longo prazo e a encontrar satisfação quando uma compra é substituída por um plano”, acrescenta. 

Em entrevista exclusiva ao CORREIO durante sua mais recente passagem na Bahia, Cerbasi bateu um papo sobre inteligência financeira e também listou algumas orientações para montar um orçamento inteligente - seja para quem está endividado ou não. Confira:


O que você chama de Inteligência Financeira? Como desenvolvê-la? 

Inteligência financeira é a educação financeira transformada em prática na vida das pessoas. Quanto mais referências você tiver sobre como funcionam os serviços financeiros e mais conversar em família e com amigos sobre esses assuntos, mais apurada será sua capacidade de selecionar os serviços de investimento e de crédito, o que permitirá usufruir de mais experiências de consumo utilizando menos dinheiro.

O desenvolvimento da Inteligência Financeira é como um treino físico: questão de hábito.

Muita gente tem dificuldade de gerir as finanças, e principalmente, fazer uma reserva financeira. Como vencer esses obstáculos e tirar o orçamento do vermelho com inteligência? 

O erro está em tentar forçar um controle e uma poupança depois de já terem sido feitas escolhas que engessam o orçamento. Se nosso custo fixo é elevado e o lazer e os investimentos só acontecem quando nada sai dos planos, basta um pequeno imprevisto para perder o equilíbrio e começar a fazer dívidas. As dívidas são resultado, na verdade, da falta de estratégia para lidar com imprevistos.

A estratégia adequada envolve reduzir gastos fixos, evitar compras a prazo (elas tiram nossa liberdade de decisão de pagamento no futuro) e priorizar gastos com lazer e qualidade de vida, que são mais flexíveis.

A questão não deve ser ‘o que dá para comprar com o que ganho?’, e sim ‘onde pessoas que ganham o que eu ganho ou trabalham com o que eu trabalho conseguem viver bem?’.

E na hora de investir com inteligencia, o que é preciso levar em consideração, para vencer dificuldades como priorizar uma reserva financeira e não mexer no dinheiro investido antes do tempo?  

Duas estratégias são importantes para preservar os investimentos. A primeira é saber exatamente por que você investe, quais sonhos estão sendo construídos. Quando o ataque às reservas significa desfazer sonhos, resistimos mais a essa tentação. A segunda estratégia é manter um orçamento mais resiliente, com menos gastos fixos e mais gastos que podem ser cancelados em caso de imprevistos.

Se os ajustes podem ser feitos no orçamento, podemos contar cada vez menos com as reservas e dar a elas características que contribuam para sua rentabilidade. 

Estamos falando de um cenário econômico difícil com redução do poder de compra, desemprego e de um movimento onde muitas pessoas precisam recorrer ou para o empreendedorismo por necessidade ou alternativas de ganho com plataformas de compartilhamento como o Uber, por exemplo. Como resolver estas dificuldades financeiras? 

Temos que estar sempre alguns passos distantes do abismo. A crise é inevitável, mas o endividamento fora de controle durante a crise é resultado da insistência em não mudar hábitos de consumo diante da queda na renda. Diante de dificuldades financeiras temos que avaliar a renda que temos (mesmo que seja informal e esporádica) e adotar um estilo de vida que possa ser pago com essa renda.

Em situações mais graves, temos que ter a humildade de nos desfazer de uma moradia que era viável em tempos de vacas gordas, por exemplo.

Como resolver da melhor maneira estas dívidas e transformar sua vida financeira? 

Reveja gastos radicalmente, pense em fontes extras de renda e venda o que for possível para fazer caixa. Vender é importante porque traz um volume maior de caixa para quitar dívidas mais rapidamente, mesmo que seja algo que tenha que ser recomprado depois. Sem dívidas e com nome limpo, financiar bens sai mais barato do que pagar os juros de uma dívida fora de controle. Se o endividado concentrar esses esforços em um curto período, poderá somar a essas ações a entrada do 13º e usar esses argumentos para negociar um desconto com seus credores.

Quem terminar o ano sem dívidas terá um alívio nas contas de 2020, o que facilitará bastante a retomada de uma vida que ficou de lado durante o endividamento.

Com a reforma da previdência, o brasileiro vai precisar mudar o jeito de pensar sua aposentadoria e buscar alternativas de previdência privada. Diante desse cenário, qual a melhor forma de garantir um futuro financeiro tranquilo? 

A previdência social já não era suficiente e continua não sendo. É por essa razão que recomendo a todos que sigam um plano que envolve três etapas da formação do conhecimento. Em primeiro lugar, investir tempo e dinheiro em busca do conhecimento para fortalecer nossa capacidade trabalhadora ou nossa empregabilidade. Quando sentirmos que não faz sentido investir em nossa capacidade trabalhadora, temos que começar a buscar conhecimentos que permitam desenvolver nossa capacidade empreendedora.

Essa é a solução quando não há emprego, mesmo que empreender seja cozinhar para fora ou dirigir por aplicativo. Quando percebermos que não há mais retorno em investir em conhecimentos sobre nossa capacidade empreendedora, devemos partir para o desenvolvimento de nossa capacidade investidora.

Com algum patrimônio acumulado, mesmo que pequeno, mas com bom conhecimento é possível trabalhar esse patrimônio para gerar renda com ele. Temos que entender que viveremos mais, e que por isso temos que ter planos para fazer renda por muito mais tempo.

Dá para ficar rico? 

Trata-se de ter uma vida de equilíbrio, e não de sacrifícios. Ser rico não é necessariamente ter muito, mas sim não ter falta do que se precisa. Uma outra forma de explicar é definir ser rico como ter abundância naquilo que é importante para nós.

O caminho é o da autodescoberta e autoconhecimento, que inclui abandonar o consumo que é influenciado pela propaganda e concentrar gastos em uma estratégia para ter o melhor daquilo que nos faz mais feliz. Dinheiro ajuda, mas criatividade também.

Todo o passo a passo que a educação financeira ensina (equilibrar gastos, investir para o futuro, aperfeiçoar planos) ajuda a termos um futuro mais rico. 


QUEM É

Gustavo Cerbasi  é consultor, professor, palestrante e autor de 16 livros com mais de 2,5 milhões de exemplares vendidos, entre eles o best-seller “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”, que deu origem aos filmes da franquia “Até que a Sorte nos Separe”. Referência em educação financeira também esceveu o recentemente, A Riqueza da Vida Simples. Seu curso on-line Inteligência Financeira, tem mais de 10 mil alunos formados. Veja mais nas  Redes sociais: @gustavocerbasi no Instagram, Gustavo Cerbasi no YouTube e Facebook e @gcerbasi no Twitter.  


DICA DA SEMANA: ORÇAMENTO INTELIGENTE

Tem segredo?  “O segredo para um orçamento de sucesso é inverter a ordem das escolhas. Estimamos os sonhos que queremos concretizar, definimos quanto queremos poupar por mês para eles, e subtraímos esse valor de nossos ganhos”, destaca Gustavo Cerbasi. 

Ou seja, ‘Se pague’ primeiro  O que sobra é o valor disponível para definir o seu estilo de vida, ou seja, quanto vamos gastar com moradia, alimentação, transporte e saúde. 

Planejamento para 2020  Faça por escrito. As chances de acontecerem aumentam significativamente. E estabeleça um hábito de revisar seus planos periodicamente ao menos uma vez ao mês. “Isso aumenta nossa afirmação e predisposição para agir no sentido de sustentar sacrifícios por mais tempo ou buscar soluções criativas para melhorar nossos planos originais “, completa.  
 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fundacao-pierre-verger-tem-2o-batizado-de-capoeira-da-dende-de-aro-amarelo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-do-carnaval-hoje-tem-ivete-praca-castro-alves-e-mais/
Jorge Gauthier traz os destaques do dia para o folião
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-sobre-jose-mojica-marins-esta-no-youtube-na-integra/
Canal Space liberou produção gratuitamente para homenagear criador de Zé do Caixão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-camarote-marcia-fellipe-relembra-polemica-sobre-irma-dulce/
Márcia Fellipe passou pelo Camarote Salvador nesta sexta-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-3-a-praca-do-povo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-2-a-fuga-do-deposito/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neymar-sera-desfalque-no-carnaval-2020-dessa-vez-sem-polemica/
Craque brincou com a situação em vídeo no Instagram; em 2019 ele estava em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-vai-abrir-desfile-icada-nesta-sexta-feira-21-assista/
Cantora comanda bloco Blow Out, no circuito Dodô (Barra-Ondia)
Ler Mais