R$ 110 da entrada à sobremesa: festival de lagosta bom e barato

linda bezerra
16.06.2019, 05:00:00
Atualizado: 16.06.2019, 10:07:47

R$ 110 da entrada à sobremesa: festival de lagosta bom e barato

Restaurante Le Carnard, do chef Rui Carneiro, promove evento até 13 de julho, com três receitas do crustáceo

Logo no primeiro festival que promoveu, em julho de 2016, no antigo Chez Bernard, o chef Rui Carneiro viu que o evento daria certo. Afinal, as pessoas amam lagosta, são atraídas por receitas especiais do crustáceo e desejam pagar pouco por ele. Então, a fórmula continua a mesma para a quarta edição do já tradicional evento, que agora acontece no restaurante Le Canard, na Barra, e segue até 13 de julho, período fora do defeso, ocorrido de dezembro a maio. Não é nada ecológico partir uma lagosta e se deparar com as ovas. 

Risoto de tomate seco com lagosta amanteigada (fotos de Sora Maia)

De polpa macia, esse nobre fruto do mar tem inspirado o chef a preparar menus sofisticados ao longo desses anos, por preços camaradas. Entrada, prato principal e sobremesa saem por R$ 110, o que não é caro. Dessa vez, Rui misturou lagosta com fruta, duas coisas delicadas que não se atropelam no ceviche do abre-alas. É possível sentir a maçã e a manga; nem a cebola roxa rouba a cena. A acidez do limão desidrata a maçã, que solta um líquido docinho para equilibrar todo o prato. É fresco e delicioso. 

Pode-se escolher uma das três receitas de prato principal, criadas exclusivamente para a ocasião: risoto de lagosta trufado com uvas rubi; lagosta na manteiga aromatizada com risoto de tomate seco e molho de laranja; lagosta com purê de banana da terra e molho gorgonzola. 

A mistura da banana da terra com o gorgonzola dão outro significado para a lagosta 

Provei os três e, embora todos sejam muito bons, fico com o de uva rubi. É que na hora de mastigar elas vão explodindo na boca, soltando um gosto suave que lembra vinho. A trufa tem sabor acentuado, sabemos, mas não é enjoativa nessa receita. O prato escolhido é o mais modesto na aparência. Diferentemente dos outros dois, não exibe uma lagosta inteira. Mas não se engane, é o melhor.   

A sobremesa clássica, uma pera ao vinho, funciona como isca. O chef sabe que os clientes sempre pedem o doce e resolveu fechar o cardápio com o mimo. A baunilha suaviza o gosto forte do tinto.

Formado em culinária francesa, Rui Carneiro é um admirador dos ingredientes brasileiros e, por isso mesmo, costuma mesclar as duas cozinhas. Oferece confit de canard com purê de cará, por exemplo. Aprendeu a misturar (o que é comum na gastronomia contemporânea) com Alex Atala, famoso chef do estrelado D.O.M, em São Paulo, com quem  trabalhou por seis anos.


Vai lá: Le Canard -  Casarão Centenário, Rua Deocleciano Barreto, 118, Chame-Chame. Reservas: 71/ 3036-0118


Menu bom e barato

Lagosta com banana: O crustáceo é temperado com um molho de gorgonzola delicioso e salgadinho.  então, o doce da banana da terra  é relativizado.  A porção é generosa e satisfaz  uma pessoa.  Predomina o  sabor agridoce.

Risoto com trufa e uva: Sem dúvida, o melhor dos três pratos principais. não seduz na apresentãção  e a  lagosta não é  inteira. vem  pedaços misturados ao risoto. uva,  trufa e queijo compôem um sabor inigualável. A uva quebra a monotonia da textura.

Risoto suave de tomate: O risoto de tomate seco é sem graça   mas a lagosta feita na manteiga aromatizada com evas e molho
 de laranja compensa tudo. carne muito saborosa e macia. A combinação dos dois é boa.


O ceviche é a melhor coisa do menu:  delicadeza na mistura de lagosta com frutas

Guloseimas: 
As sócias Catarina Ribeiro e Cristina Ume usam os mesmos ingredientes (queijo de Minas, manteiga, leite e povilho) do pão de queijo mas transformaram a iguaria mineira num waffle. O que já era bom ficou ainda melhor: superfície mais crocante sem perder o ‘puxentinho’ interno. O salgado é a principal atração da Casa Castanho, uma charmosa varanda no Rio Vermelho para tomar café da manhã ou fazer um brunch.

Foto: Sora Maia/CORREIO

A empresa, que começou com uma receita familiar de brownie, vende produtos que lembram o universo da primeira refeição, como pães e canecas.  Travessa Bartolomeu Gusmão, 104, Rio Vermelho. Abre das 8h às 13h.T. 71 98139-3353


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/quem-e-lil-nas-x-o-rapper-gay-dono-do-maior-hit-de-2019/
Rapper americano tem apenas 20 anos e está há 16 semanas consecutivas no primeiro lugar da Billboard
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/barra-69-ultimo-show-de-caetano-e-gil-antes-do-exilio-quase-teve-invasao-hippie/
Apresentações no TCA em julho de 1969 completam 50 anos; conheça os bastidores
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/projeto-boa-musica-comeca-com-geraldo-azevedo/
Cantor e compositor se apresenta neste domingo (21) no Othon e divide o palco com a banda Estakazero
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/new-hit-tj-ba-nega-absolvicao-a-musicos-acusados-de-estupros/
Oito integrantes do extinto grupo de pagode foram condenados a dez anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/maragojipe-familia-esta-apreensiva-com-demora-no-julgamento-do-caso/
Testemunhas de defesa são ouvidas nesta sexta-feira (19)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/festival-de-rap-boom-box-recebe-atracoes-como-djonga-e-matue/
Festa rola neste sábado (20), no Armazém Hall, em Vilas do Atlântico
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-voltara-aos-palcos-dois-meses-apos-dar-a-luz/
Na reta final da gravidez, cantora planeja retorno às atividades em outubro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cats-musical-com-taylor-swift-e-idris-elba-ganha-trailer-assista/
Clássico da Broadway chega aos cinemas em dezembro e já é forte candidato ao Oscar
Ler Mais