Realeza reafirma masculinidade negra em peças do AFD 2020

estúdio correio
02.12.2020, 16:04:00
Realeza participa pelo segundo ano do Afro Fashion Day (Divulgação)

Realeza reafirma masculinidade negra em peças do AFD 2020

Tiago Azeviche mostra DNA de sua marca em criações para o evento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com raízes no Recôncavo Baiano e o dendê correndo nas veias, a Realeza chega para participar do seu segundo Afro Fashion Day tendo bastante familiaridade com o tema desta edição. A proposta da marca é dialogar sobre a masculinidade negra, explorando as diversas possibilidades de mostrar homens pretos na linha de frente, em evidência.

Com cinco anos de existência, a Realeza foi idealizada pelo estilista Tiago Azeviche e teve sua origem por influência familiar, tendo sua mãe e tias costureiras. “Sempre por conta dos terreiros, para os quais elas costuravam, ficava sob minha responsabilidade ir aos armarinhos na busca por fitas, linhas, agulhas, botões(...)”, relembra o criador de moda.

A Realeza foi idealizada pelo estilista Tiago Azeviche.

Apesar de toda influência na infância, foi através do movimento hip hop que a marca começou a tomar forma real. “Conheci uma galera da Saramandaia que fazia silk screen e fiquei curioso. Quando entendi que podia me juntar, então comecei a comprar camisas prontas para estampar, até que passei a aprimorar as peças com tintas melhores e detalhes que incrementavam o produto”, diz Azeviche.

Em 2013, a Realeza ingressou de vez no mercado com uma proposta de moda masculina atemporal/casual. Atualmente, a marca opera principalmente através de uma plataforma de E-commerce e por meio das Redes Sociais. Além da comercialização porta a porta, participação em feiras e multimarcas colaborativas.

Presente no Afro Fashion Day desde a edição 2019, Tiago classifica o evento como um projeto de relevância única para a moda baiana e nacional. “O AFD só amplia a visibilidade de nós afroempreededores e nos dá oportunidade de ver um de nossos projetos sob a passarela, tendo modelos diversos. É um evento é vivo com participação linda do público e composição com o cenário lindo e natural de salvador”, diz o estilista da Realeza. “Eu venho do recôncavo e minha família paterna é de Cachoeira, de uma região conhecida como O Palma, onde era forte o cultivo de dendê.”, completa o criador familiarizado com tema desta edição. 
    
Conheça mais sobre a marca: @vistarealeza 
 
Afro Fashion Day 2020
Criado em 2015 pelo jornal CORREIO, o Afro Fashion Day celebra todos os anos o mês da Consciência Negra exaltando o talento dos modelos negros e a criatividade das marcas baianas. Com a pandemia do novo coronavírus, a edição de 2020 passou por mudanças em seu formato. No lugar do desfile tradicional, foi produzido um fashion film estrelado pelos 31 modelos e 37 marcas que integram o AFD nesta temporada. O lançamento foi em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, nas redes sociais do Correio.   
 
Assista ao fashion film: https://bit.ly/FASHIONFILMAFD2020 ou https://bit.ly/FashionfilmAFD2020  
 

O Afro Fashion Day é um projeto do jornal Correio com patrocínio do Hapvida, parceria do Sebrae, apoio do Shopping Barra, Lagares e Drogaria São Paulo e apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas