Rede Bahia assina acordo para prestar esclarecimentos sobre TV digital

variedades
31.05.2017, 21:40:00
Atualizado: 31.05.2017, 21:41:13

Rede Bahia assina acordo para prestar esclarecimentos sobre TV digital

Empresa firmou parceria com a Seja Digital, entidade que operacionaliza a migração do sinal analógico para o digital
Antonio Carlos Júnior, presidente da Rede Bahia e Antonio Carlos Martelletto, da Seja Digital
(foto: Betto Jr.)


A Rede Bahia e a Seja Digital firmaram ontem uma parceria em que as duas organizações se comprometem a prestar serviços e esclarecimentos à população sobre o processo de substituição do sinal analógico de televisão pelo digital. O desligamento do sinal analógico na Região Metropolitana de Salvador acontecerá em 27 de setembro, em vez de 26 de julho, como estava previsto inicialmente.

Estiveram presentes à assinatura do acordo os presidentes das duas organizações: Antonio Carlos Júnior, da Rede Bahia, e Antonio Carlos Martelletto, da Seja Digital, entidade não governamental que operacionaliza a migração do sinal analógico para o digital. Os espectadores que ainda não sabem como receber o sinal digital devem entrar em contato gratuitamente com a Seja Digital pelo telefone 147 para tirar suas dúvidas. O serviço funciona 24 horas por dia e a consulta pode ser feita também pelo site www.sejadigital.com.br.

A Seja Digital vai distribuir na Região Metropolitana de Salvador 530 mil kits gratuitos para conversão de sinal analógico em digital. Somente beneficiários ativos de Programas Sociais do Governo Federal, como Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida, têm direito a esses kits. Para confirmar se tem direito à gratuidade, o interessado deve fornecer na central de atendimento da Seja Digital o número de seu NIS (Número de Inscrição Social).

Aqueles que não são beneficiários de programas sociais podem comprar o equipamento em lojas por preços que variam de R$ 150 a R$ 180. Todos os aparelhos de TV “de tubo” precisam de conversor. Já os proprietários de TV de tela plana devem consultar o manual do aparelho para saber se já é equipado com conversor. Normalmente, aqueles fabricados até 2010 não possuem o conversor, enquanto os produzidos a partir de 2011 já o possuem e necessitam apenas de uma antena para a captação do sinal digital. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas