Reforma da Previdência: deputados votam emendas e destaques nesta quinta (11)

brasil
11.07.2019, 10:46:30
Atualizado: 11.07.2019, 10:48:41
(Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Reforma da Previdência: deputados votam emendas e destaques nesta quinta (11)

Na quarta (10), plenário aprovou o texto original da Reforma da Previdência por 379 votos a favor e 131 contra

O plenário da Câmara dos Deputados retomará os trabalhos nesta quinta-feira (11) para votar os destaques ao texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC 6/19) que muda as regras do sistema previdenciário.  Até o momento, há 31 destaques e emendas aglutinativas que devem ser apreciados pelos deputados.

Na quarta-feira (10) à noite, o plenário aprovou o texto original da reforma da Previdência por 379 votos a favor e 131 contra.  Na sequência, os deputados rejeitaram um destaque que pretendia retirar os professores da reforma da Previdência. Por 265 a 184, com duas abstenções, os parlamentares decidiram manter as regras para os professores que constam no texto-base.

Os destaques mais aguardados são o que aumenta a aposentadoria para as trabalhadoras da iniciativa privada e o que suaviza as regras de aposentadorias para policiais e agentes de segurança que servem à União.

Um acordo costurado pela bancada feminina deve melhorar a aposentadoria para as mulheres. A proposta aprovada na comissão especial da Câmara tinha mantido o tempo mínimo de contribuição das mulheres da iniciativa privada em 15 anos, em vez de elevá-lo para 20 anos. No entanto, as seguradas se aposentariam com 60% da média das contribuições. Quem se aposentasse mais tarde só veria o valor do benefício se elevar a partir do 21º ano. Pelo acordo, o benefício começará a subir a partir do 16º ano de contribuição.

O líder da maioria na Câmara dos Deputados, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), confirmou o fechamento de um acordo para suavizar as regras de aposentadoria para os policiais e agentes de segurança que servem à União.

De acordo com o líder, a categoria poderá aposentar-se com idade mínima de 53 anos para homens e 52 anos para mulheres. Eles também terão pedágio de 100% na regra de transição. Dessa forma, o policial que se aposentaria em dois anos pelas regras atuais teria de trabalhar mais dois anos para passar para a inatividade a partir da promulgação da reforma da Previdência.

Em entrevista ontem, Maia disse que a conclusão da votação da reforma em segundo turno pode ocorrer na sexta-feira (12) à noite ou no sábado (13) de manhã.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/maisa-e-o-alvo-de-marcelo-tas-no-provocacoes-desta-terca-feira-16/
Ela responde a perguntas sobre temas mais complicados, como as polêmicas com seu patrão, Silvio Santos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/coronel-joao-sa-pelo-menos-190-casas-serao-demolidas-apos-rompimento-de-barragem/
As residências estão no leito do rio e foram condenadas pelo Ministério de Minas e Energia
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ministerio-publico-fara-pericia-em-barragens-de-pedro-alexandre-e-coronel-joao-sa/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cadeirante-pega-ponga-em-busu-perde-o-controle-e-cai-em-avenida-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/padre-marcelo-rossi-sobre-empurrao-fui-salvo-foi-um-milagre/
Sacerdote foi agredido enquanto presidia uma missa no último domingo (14)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gravado-em-salvador-dvd-de-luan-santana-sera-lancado-no-globoplay/
Álbum estará disponível na integra no dia 23 de agosto
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gravida-e-transferida-de-helicoptero-em-cidade-onde-barragem-rompeu-na-ba-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/volante-do-atletico-mg-se-aposenta-aos-32-por-problemas-cardiacos/
Adílson teve cardiomiopatia hipertrófica diagnosticada em exames de rotina
Ler Mais