Rei do Nordeste: relembre os quatro títulos regionais do Vitória

e.c. vitória
17.05.2019, 05:00:00
Atualizado: 17.05.2019, 14:38:14
Em 1997 o Vitória deu volta olímpica na Fonte Nova (Haroldo Abrantes / Arquivo Correio)

Rei do Nordeste: relembre os quatro títulos regionais do Vitória

No 4º capítulo da série, os troféus que premiaram as eras de Bebeto e Petkovic

Não há torneio em que o Vitória se sinta mais em casa do que a Copa do Nordeste. Mesmo depois de tanto tempo – já são 16 edições do regional – ninguém conseguiu alcançar a marca de quatro títulos do rubro-negro.

Os dois primeiros troféus, em 1997 e 1999, são particularmente especiais por marcarem uma época de ouro do Leão. Foram vencidos sobre o  Bahia, e com o brilho de dois dos maiores craques da história rubro-negra.

Tanto em uma ocasião como na outra, as finais do regional aconteceram em meio a uma sequência de Ba-Vis históricos. Em 1997, o Leão levou o tricampeonato baiano. E, em 1999, a polêmica da final que por fim não ocorreu.

A ERA BEBETO

Mas voltemos 22 anos no tempo, para a segunda edição da história do Nordestão. Em janeiro de 1997, o Vitória vivia o início da parceria com o Excel Econômico e aspirava a fazer grandes contratações.

Era o início da era Bebeto. O tetracampeão mundial chegou a Salvador no dia 21 de janeiro, criando um verdadeiro Carnaval no aeroporto. Aos 32 anos, retornava ao time que o revelou prometendo títulos.

Bebeto não estava sozinho. Endinheirado, o Leão contratou também o lateral-direito Russo e o meia Chiquinho, do Sport. Outro reforço de peso foi o retorno do atacante Uéslei, ex-Bahia, que estava no São Paulo.

O Nordestão de 1997 foi todo disputado em formato eliminatório, com jogos de ida e volta. Depois de passar pelo Confiança com dois 2x1, o rubro-negro bateu o Santa Cruz na Fonte Nova por 2x0.

Até aquela partida Bebeto ainda não havia estreado. O primeiro jogo do craque foi num amistoso diante do Corinthians, vencido por 3x1, no Barradão, no dia 4 de março. Dia da estreia da camisa amarela do Vitória.

O primeiro jogo oficial foi pelo Nordestão. No Arruda, no dia 7 de março, o Vitória bateu o Santa Cruz por 4x3 – sendo dois gols de Bebeto.

O destaque do ataque, porém, atendia por outro nome e apelido: Agnaldo ‘Capacete’. O camisa 9 terminou o regional como artilheiro do rubro-negro, com cinco gols. Dois deles nas semifinais, num 3x3 com o Ceará no Castelão. Na volta, 3x2 com mais um dele e outro de Bebeto.

O jogo de ida da final, com mando do Bahia, aconteceu em 18 de maio, uma semana depois do tricolor perder um Ba-Vi por 1x0 pelo estadual – o famoso clássico em que Parreira agrediu Preto.

Os 54.774 pagantes na Fonte Nova viram um 3x0 do Vitória, com gols de Uéslei, Gil Baiano e Chiquinho. A superioridade foi tanta que a torcida do Leão gritou ‘olé’.

Na volta, também na Fonte, o 2x1 do Bahia não tirou o título do Vitória. Ney Santos e Bebeto Campos (contra) fizeram os gols do tricolor. Agnaldo descontou.

Aquele foi o primeiro título da carreira de Arturzinho, que tinha quatro meses como técnico. O ídolo rubro-negro foi às lágrimas de emoção e foi homenageado pela torcida. “Me sinto muito orgulhoso. Comecei a carreira outro dia. Isso é fruto de muito respeito que tenho por essa torcida”, disse o treinador à época.

TIME-BASE: Nilson, Russo, Flávio, Júnior Touchê e Esquerdinha; Hélcio (Bebeto Campos), Uéslei, Chiquinho e Gil Baiano (Preto) Agnaldo e Bebeto. Técnico: Arturzinho.

O VITÓRIA NO NORDESTÃO 1997

29/01/1997 - Confiança 1x2 Vitória - Batistão
Gols de Émerson e Preto (Vitória); Enoque (Confiança)

05/02/1997 - Vitória 2x1 Confiança - Fonte Nova
Gols de Preto e Marquinhos (Vitória); Geraldo (Confiança)

26/02/1997 - Vitória 2x0 Santa Cruz - Fonte Nova
Gols de Flávio e Gil Baiano (Vitória)

07/03/1997 - Santa Cruz 3x4 Vitória - Arruda
Gols de Agnaldo, Bebeto (2) e Gil Baiano (Vitória); Saulo (Santa Cruz)

26/03/1997 - Ceará 3x3 Vitória - Castelão
Gols de Agnaldo (2) e Flávio (Vitória); Eron, Nildo e Reginaldo (Ceará)

23/04/1997 - Vitória 3x2 Ceará - Barradão
Gols de Bebeto (2) e Agnaldo (Vitória); Edu Lima (Ceará)

18/05/1997 - Bahia 0x3 Vitória - Fonte Nova
Gols de Uéslei, Gil Baiano e Chiquinho (Vitória)

25/05/1997 - Vitória 1x2 Bahia - Fonte Nova
Gols de Ney Santos e Bebeto Campos (contra) (Bahia); Agnaldo (Vitória)

Jogadores do Vitória celebram o título da Copa do Nordeste de 1999 (Foto: Haroldo Abrantes/CORREIO)

A ERA PETKOVIC

Em 1999, o Vitória comemorava o seu centenário, e o nome que brilhava era o de Petkovic. O sérvio, que fora contratado no final de 1997, já era ídolo da torcida, mas ainda não tinha conquistado um título pelo rubro-negro.

O gringo também não estava só. O Leão mesclava uma boa geração de pratas da casa como Fábio Costa, Fernando, Allan Delon e Cláudio a jogadores da qualidade de Russo e Preto.

Por isso mesmo, os resultados conquistados pelo técnico Ricardo Gomes não agradavam. Pesava o fato do Vitória ter perdido a chance do que seria o inédito tetra baiano no ano anterior para o Bahia.

O Leão passou em segundo lugar na fase de grupos, numa chave que tinha adversários inferiores como Porto de Caruaru, Juazeiro e Sergipe. Nos empates em 1x1 com Porto e Sergipe, ambos na Fonte Nova, o time foi vaiado.

O cenário para a fase final não era otimista. E em 5 de maio, mesmo dia em que a equipe se classificou para as quartas de final, veio a notícia ruim para os rubro-negros: Petkovic, referência técnica da equipe, havia sido negociado para o Venezia, da Itália. Menos mal que, pelo acordo entre ele e o Leão, o sérvio aguardaria até o final do Baiano para mudar de país.

Na fase final, ainda jogando meio mambembe, o Vitória contou com o mando de campo. A derrota por 3x2 para o Botafogo-PB só não eliminou o Leão porque havia vencido por 2x0 no jogo de ida.

Nas semifinais, a classificação foi dramática. O Vitória bateu o Sport por 2x1 na ida e perdeu por 1x0 no Recife. Nos pênaltis, brilhou a estrela do garoto Fábio Costa que, aos 22 anos, pegou duas cobranças.

O jogo de ida da final, mais uma vez contra o Bahia, foi no dia 20 de junho, num contexto interessante: uma semana antes, no dia 13, ocorreu a ‘final que não houve’ do Baiano, que o tricolor e o Leão brigaram na Justiça por divergirem do mando de campo. Na época, o Esquadrão foi declarado campeão por W.O (o título só seria dividido entre ambos em janeiro de 2005).

Teve mais: durante a semana Petkovic deixou o Vitória. Inicialmente, ele aguardaria a final. Porém sua esposa, que vivia em Madri e estava grávida de oito meses, teve complicações e o sérvio pediu para adiantar o adeus.

Ou seja, tecnicamente, Pet foi embora sem ter levantado um troféu. Na falta dele, outro gringo brilhou. O uruguaio Hernández marcou os dois gols da vitória por 2x0 sobre o Bahia, no jogo de ida, no Barradão.

Sim, aquela final ocorreu no Barradão, pivô da divergência que havia evitado a final do Baiano. Na volta, na Fonte Nova, o Bahia fez 1x0, gol de Uéslei, insuficiente para tirar o bicampeonato do Leão em quatro edições do Nordestão.

TIME-BASE: Fábio Costa, Russo, Flávio, Moisés e Leandro; Otacílio, Preto, Tácio (Allan Delon) e Fernando (Elvis); Cláudio (Petkovic) e Hernandez. Técnico: Ricardo Gomes.

O VITÓRIA NO NORDESTÃO 1999

03/03/1999 - Vitória 1x0 Juazeiro - Fonte Nova
Gols de Petkovic (Vitória)

17/03/1999 - Sergipe 1x0 Vitória - João Hora Oliveira
Gols de Edilson (Sergipe)

31/03/1999 - Vitória 1x1 Porto - Fonte Nova
Gols de Flávio (Vitória); Clodoaldo (Porto)

14/04/1999 - Porto 0x1 Vitória - Antônio Inácio Costa
Gols de Allan Delon (Vitória)

21/04/1999 - Juazeiro 3x4 Vitória - Adauto Moraes
Gols de Hernandez, Fernando, Allan Delon e e Valdomiro (Vitória); Haílton, Mica e Murilo (Juazeiro)

05/05/1999 - Vitória 1x1 Sergipe - Fonte Nova
Gols de Claudio (Vitória); Hugo Henrique (Sergipe)

20/05/1999 - Vitória 2x0 Botafogo-PB - Fonte Nova
Gols de Flávio e Valdomiro (Vitória)

03/06/1999 - Botafogo-PB 3x2 Vitória - Amigão
Gols de Hernandez e Matuzalem (Vitória); Warisson, Batistinha e Vivi (Botafogo-PB)

09/06/1999 - Vitória 2x1 Sport - Barradão
Gols de Allan Delon e Hernandez (Vitória); Leonardo (Sport)

16/06/1999 - Sport 1x0 Vitória (2x4 nos pênaltis) - Ilha do Retiro
Gols de Leonardo (Sport)

20/06/1999 - Vitória 2x0 Bahia - Barradão
Gols de Hernandez (2) (Vitória)

27/06/1999 - Bahia 1x0 Vitória - Fonte Nova
Gols de Uéslei (Bahia)


GAROTOS BRILHARAM EM 2003 E 2010

Os dois títulos regionais mais recentes do Vitória não foram tão badalados quanto os dos anos 1990. Primeiro, porque não foram decididos ante o maior rival. Mas teve mais.

Em 2003, a Copa do Nordeste começava a ruir por divergências internas: os três grandes de Pernambuco, fundadores da Liga do Nordeste, decidiram deixar a entidade e a competição. O Bahia, solidário, também.

Sem seus semelhantes de força, o Leão foi campeão invicto. Na final, empatou duas vezes com o Fluminense de Feira e levantou o troféu na vantagem. Era um time de garotos como Xavier, Nadson e Dudu Cearense, sob o comando de Joel Santana.

Em 2010, a competição iniciou na pausa para a Copa do Mundo e foi até o final do ano. Por estar disputando a Série A, o Leão usou um time de garotos como Kleiton Domingues e Edson e foi campeão sobre o ABC: 2x1 no Frasqueirão em jogo único. O técnico era Ricardo Silva.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-um-dos-destinos-mais-procurados-pelos-soteropolitanos/
Potencial do povoado Baixio atraiu o empreendimento Ponta de Inhambupe
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pm-morre-apos-ser-baleado-dentro-de-hotel-no-dois-de-julho/
Vídeo mostra hora do disparo, que atingiu o soldado no rosto
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-agride-e-ameaca-de-morte-funcionarios-de-restaurante-em-salvador/
Caso ocorreu na noite desta quinta-feira (23) em empreendimento na Cardeal da Silva
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/esse-cara-vai-me-matar-luisa-sonza-fala-sobre-regressao-de-whindersson-apos-briga/
Youtuber se envolveu em confusão com influencer Carlinhos Maia; entenda
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/plateia-abandona-sessao-por-cenas-de-sexo-explicito-de-filme-em-cannes/
Cena de sexo bastante longa em banheiro entre personagens foi criticada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/classico-caverna-do-dragao-e-revivido-em-live-action-para-comercial/
A recepção da propaganda foi tão boa que internautas logo pediram um filme
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/juntos-e-shallow-now-5-versoes-do-hit-menos-piores-que-a-de-paula-fernandes/
Tem nos ritmos forró, country e, claro, no estilo pagodão da La Fúria; ouça
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/famoso-no-video-game-drift-conta-ate-com-campeonato-brasileiro/