'Renasceu' na Páscoa! Ex-BBB Rodrigo Mussi é extubado e já está falando

em alta
17.04.2022, 15:58:00
(Foto: Divulgação)

'Renasceu' na Páscoa! Ex-BBB Rodrigo Mussi é extubado e já está falando

Família comemorou o domingo de Páscoa ao lado do influenciador, que deve receber alta da UTI em breve

A Páscoa da família Mussi foi bastante comemorada. O ex-BBB Rodrigo Mussi apresentou uma grande melhora neste domingo (17) e deverá receber alta da UTI muito em breve.

Nas redes sociais, o irmão Diogo compartilhou detalhes sobre o estado de saúde do influenciador.

"Finalmente, Rod está sem o tubo e falando, com certa dificuldade. Já consegue ficar em pé e dar alguns passos com a ajuda dos enfermeiros. Em breve, terá alta da UTI. O Rodrigo renasceu!", escreveu Diogo Mussi, que ainda desejou uma Feliz Páscoa a todos. 

Os administradores do perfil pessoal do ex-BBB também publicaram um boletim médico reiterando as informações.

Acidente

A Polícia Civil já ouviu os policiais e socorristas que participaram do atendimento após o acidente de Rodrigo. O motorista de aplicativo que dirigia o carro em que o ex-BBB estava e o motorista do caminhão envolvidos no acidente também já prestaram depoimento.

Agora, a polícia espera resultados de laudos e exames solicitados para encerrar o inquérito que investiga o caso. “Sabemos que houve um acidente, o sujeito que causou o acidente informa que teve um momento de apagão, de dormir ou desmaiar, e tudo isso está sendo juntado", explicou ao G1 o delegado Júlio Cesar dos Santos Geraldo.

Leia mais: 

O motorista de app Kaique Reis, que admitiu ter cochilado, pode ser indiciado. Em novo depoimento, o motorista afirmou que a corrida de Rodrigo começou às 3h15, e não 1h30, como o havia informado inicialmente. Também explicou que ficou com o celular de Rodrigo após encontrar o aparelho ao voltar ao local do acidente para buscar seus pertences. Ele disse que pegou o telefone justamente para tentar contato com os familiares e que atendeu quando um conhecido do ex-brother ligou, combinando a devolução do aparelho.

Apesar de confirmar que cochilou ao volante na hora do acidente, batendo o carro contra um caminhão, o motorista negou que estivesse trabalhando há muitas horas. Ele pode responder por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor - quando não há intenção de causar o acidente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas