Renato Gaúcho vira consultor de Bolsonaro em discussão pela volta do futebol

coronavírus
29.04.2020, 11:45:00
Atualizado: 29.04.2020, 11:45:14
(AFP)

Renato Gaúcho vira consultor de Bolsonaro em discussão pela volta do futebol

Treinador do Grêmio disse que ainda não está na hora do retorno aos gramados

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Jair Bolsonaro tem se consultado com Renato Gaúcho no debate sobre a volta do futebol brasileiro. Segundo o UOL, a última conversa entre o treinador do Grêmio foi procurado pelo presidente da República na semana passada, e o ex-jogador foi claro ao dizer que não é o momento para retornar aos treinos e jogos. 

A conversa entre os dois foi por telefone. O presidente chegou a mencionar a conversa em entrevista concedida na segunda-feira (27), quando citou personagens do futebol contactados, mas não havia revelado quem era do outro lado da linha.

Renato Gaúcho foi um dos primeiros a defender a paralização do esporte, chegando a ameaçar liderar greve no futebol brasileiro quando do avanço da pandemia do novo coronavírus. A declaração foi dada após jogo contra o São Luiz-RS, pelo Gauchão, em 15 de março. No dia seguinte, a Federação Gaúcha de Futebol paralisou o campeonato. 

Ainda segundo o Uol, Bolsonaro ouviu de Renato que é inviável o retorno dos treinos agora, mesmo diante de protocolos de prevenção. A circulação de um grande número de pessoas nas instalações do clube é um dos motivos. Outro é o confronto em campo contra adversários que podem não ter testado para a Covid-19. 

Renato Gaúcho mantém amizade com Jair Bolsonaro há tempos. O treinador do Grêmio e o presidente se aproximaram durante a eleição de 2018 e de lá para cá afinaram o contato a ponto de se falarem 'quase toda semana', segundo pessoas próximas de ambos. 
Recentemente, Renato, inclusive, enviou uma camisa do Grêmio de presente ao amigo. 

Bolsonaro ouviu Renato abrir voto durante a eleição, e um interlocutor foi responsável por fazer o contato. No ano passado, o presidente chegou a ensaiar presença em jogo do Grêmio para atender convite do treinador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas