Renovação de concessão da FCA é vista com desconfiança

donaldson gomes
12.03.2021, 05:00:00

Renovação de concessão da FCA é vista com desconfiança

Vale a pena ver de novo?
É grande a preocupação no setor produtivo baiano com a possível renovação antecipada da concessão da VLI para a operação da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA). Por mais que a empresa tenha anunciado recentemente planos para investir R$ 13,8 bilhões, sendo R$ 3,5 bilhões em território baiano, o histórico dos últimos 25 anos provoca desconfiança sobre a decisão federal de manter o trecho da linha férrea com a empresa por 30 anos. Há 15 anos, os trens da companhia, que circulam a uma velocidade média de 11 quilômetros por hora, não chegam mais ao Porto de Aratu. "Na parte de baixo do estado teremos a Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste), mas sem a FCA funcionando bem, o potencial mineral que temos no Norte da Bahia, de quase 30 milhões de toneladas, fica inviabilizado", analisa o presidente da CBPM, Antonio Carlos Tramm. Na última quarta-feira (dia 09), a CBPM enviou um ofício à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), pedindo um relatório com os benefícios da concessão, mais prazo antes da tomada de decisão, além de audiências públicas na Bahia e nos demais estados por onde passa a ferrovia. 

Divulgação VLI

Balanço 
Ontem, a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), apresentou o seu balanço operacional, relativo a 2020. A empresa movimentou 39,08 milhões de toneladas, ante 35,95 milhões no ano anterior, em todo o país – o que representou uma alta de 8,6%. "Abrimos uma nova porta para o crescimento com o avanço do processo de renovação antecipada da concessão Ferrovia Centro-Atlântica, que nos ajudará a alcançar um novo patamar e contribuir para o desenvolvimento de tantos negócios e regiões”, afirma Ernesto Pousada, presidente da VLI, em nota enviada pela empresa. Na Bahia, a empresa diz contar com operações regulares e mantém fluxos com a movimentação de derivados de petróleo, cal, minério de ferro, minério de cromo, minério de magnesita, cimento e contêineres. Segundo a VLI , a circulação de cargas entre o estado e Minas Gerais registrou um crescimento no fluxo de cerca de 20% entre os anos de 2019 e 2020. Com os R$ 3,5 bilhões que promete investir por aqui, a empresa pretende fazer melhorias na linha e adquirir novos ativos. O que se cobra dela é um pouco mais de detalhes sobre quais serão os investimentos e quando eles serão realizados.  

Reconhecimento 
Os esforços da área de Estratégia e Projetos de Logística da Braskem em prol da redução nas perdas de resíduos durante a produção de resinas termoplásticas renderam à companhia o selo OCS Blue. O reconhecimento é concedido pela Plastivida, licenciadora da Operation Clean Sweep no Brasil, campanha internacional com foco em sustentabilidade na indústria do plástico. Agora, a Braskem está no mais alto nível de um grupo de empresas globais que lutam para evitar que resíduos plásticos cheguem ao meio ambiente, especialmente rios e oceanos.

Franquias
A maior rede de academias do Norte e Nordeste do Brasil acaba de dar mais um importante passo para expandir e solidificar sua marca. A Alpha Fitness está lançando um projeto de franquias. Ainda no segundo semestre, a empresa espera cinco novas unidades neste formato e outras 20 em 2022. 

Doce resultado 
A baiana Don Luiz, bebida cremosa à base de doce de leite, ampliou em 92% o número de pontos de vendas no Nordeste. Com ações pontuais, inclusive com campanhas como a do Dia Mundial do Doce de Leite, em outubro, a marca conquistou novos públicos e a base de pontos de vendas regionais, que era de 300 em janeiro de 2020, atualmente é de 576, com destaque para Salvador, Fortaleza, Aracaju, Natal e Maceió. Nacionalmente, estimam-se 828 pontos de vendas, com Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo como principais mercados fora do Nordeste.

Todo o Brasil
A startup baiana Agilize, primeira contabilidade on-line do Brasil, firmou parceria com a eNotas para automatizar a emissão de notas fiscais eletrônicas (NF-e) de seus clientes. A operação ajudou a empresa a expandir a operação para todo o país e encerrar 2020 com 10 mil clientes.

Foodtec
A Foodtec, startup que oferece soluções para micro e pequenas empresas do mercado de alimentação projeta fechar 2021 com 189 clientes e 155 fornecedores na plataforma de marketplace para bares, restaurantes e afins.

Expansão
A Tim Live Ultrafibra expandiu a atuação para a Liberdade e Caminho de Areia, alcançando a marca de 115 bairros atendidos em Salvador. 

Regionalizou
A Jasmine, especializada em alimentos saudáveis, lançou neste mês um novo sabor de granola, com ingredientes típicos do Nordeste. O carro chefe é a castanha-de-caju. Em 2020, a empresa registrou uma alta de 45% nas vendas de granola. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas