Ronaldo elogiado e confiança alta: as palavras de Geninho após o Ba-Vi

e.c. vitória
08.02.2020, 21:56:00
Atualizado: 08.02.2020, 22:40:25
Geninho assumiu o Vitória no final de 2019 (Foto: Leticia Martins/EC Vitória)

Ronaldo elogiado e confiança alta: as palavras de Geninho após o Ba-Vi

Rubro-negro venceu o clássico por 2x0 na Fonte Nova

Desde que aceitou o desafio de comandar o Vitória pela quinta vez, o técnico Geninho sabia das dificuldades que teria que enfrentar pela frente. E o experiente treinador de 71 anos sempre encarou tudo isso com a serenidade de quem já viveu muita coisa e sabe como contornar as adversidades do futebol. Desde setembro de 2019 no clube, ele primeiro ajudou o Vitória a escapar do rebaixamento à Série C, depois remontou o elenco para viver um ano de mais felicidades e logo no segundo mês de 2020 deu ao torcedor rubro-negro um presente que há muito não se via: uma vitória no Ba-Vi.

O Leão construiu um resultado por 2x0 que refletiu em muito a personalidade de Geninho: ciente de suas limitações e ainda mais sóbrio em relação às suas qualidades. Desta forma, o Vitória não se expôs a um Bahia que gosta de ter a bola, mas que também é frágil na bola parada e está combalido psicologicamente após a eliminação precoce na Copa do Brasil.

Sabendo disso, Geninho deu toda a liberdade do mundo para Carleto bombardear a meta de Douglas em faltas e escanteios. E os gols do Vitória nasceram como? Exatamente: um chutaço do lateral esquerdo, que Douglas aceitou, e depois um cruzamento dele, de escanteio, para Vico complementar.

Após o jogo, o treinador afirmou que a vitória em um clássico dá um fôlego diferenciado para o elenco. Ele ressaltou que o Vitória foi remontado em relação ao ano passado e vencer nessas condições é um indicativo de que o trabalho está no caminho adequado.

"Uma vitória já traz sempre um ânimo maior e uma confiança maior. (...) Clássico não é um jogo normal. Traz representatividade maior. Alguns jogadores mais jovens sentiram o clássico, mas é muito bom que tenha acontecido e que tenhamos vencido", disse Geninho.

O técnico também elogiou o goleiro Ronaldo, que se destacou pelas defesas difíceis na Fonte Nova, e não se mostrou surpreso com a atuação do goleiro de 23 anos, alegando que o jogador apenas confirmou aquilo que já se sabia que ele é capaz.

"Confirmou aquilo que nós sabíamos que ele pode fazer. Já estava com a gente no ano passado, vinha buscando seu espaço. Apenas acabou não aparecendo em virtude das boas atuações do Martín. Mandava o bom senso que reiniciasse com quem havia terminado, mas havia a certeza de que, se precisássemos do Ronaldo, teríamos um goleiro de muita qualidade. Está mostrando que é um grande goleiro. Bom para ele, bom para o time, bom para todo mundo", contou Geninho.

O Vitória retorna a campo na terça-feira (11) para enfrentar o Imperatriz, no Maranhão, pela primeira fase da Copa do Brasil. A partida começa às 21h30 e é eliminatória. O Leão joga por um empate para classificar.

*Com supervisão do editor Herbem Gramacho

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas