Rui Costa reage a ataque ao ônibus do Bahia: 'Futebol não é campo de guerra'

e.c. bahia
24.02.2022, 21:48:52
(Reprodução)

Rui Costa reage a ataque ao ônibus do Bahia: 'Futebol não é campo de guerra'

Governador determinou imediata apuração do caso

O ataque orquestrado contra o time do Bahia gerou reações do governador Rui Costa, conhecido torcedor do Esquadrão, que o chamou o atentado de "covarde" nas redes sociais.

Na noite desta quinta-feira (24), o ônibus que levava a delegação do Esquadrão foi atingido ao chegar nas proximidades da Arena Fonte Nova. Segundo informações iniciais, três bombas foram lançadas em direção ao veículo. 

"Futebol não é campo de guerra, é paixão. Determinei imediata apuração. Jogadores, sejam eles do Bahia, Vitória ou qualquer outro time, são profissionais e merecem respeito", escreveu Rui.

O governador disse também que o crime será investigado e que os autores do atentado devem ser julgados pela Justiça.

Feridos

No momento do atentado, o elenco se dirigia à Fonte Nova para enfrentar o Sampaio Corrêa, em jogo marcado para as 21h30, válido pela primeira rodada da Copa do Nordeste. Em nota, o Bahia lamentou o ataque.

O goleiro Danilo Fernandes sofreu ferimentos no rosto e precisou ser socorrido por uma ambulância da Fonte Nova. Ele foi encaminhado para um hospital. Segundo apurou a reportagem, o estado dele não é grave. O lateral esquerdo Matheus Bahia foi outro atingido pelos estilhaços, no braço.

Um carro que transitava ao lado do ônibus tricolor, na altura do último viaduto da Av. Bonocô, dirigido por uma mulher, também acabou atingido pela explosão. Ela passa bem. O veículo sofreu danos e ficou sem o vidro traseiro do lado esquerdo.

"O Esporte Clube Bahia informa que uma bomba explodiu dentro do ônibus da equipe na chegada à Fonte Nova e atletas ficaram feridos. O caso mais preocupante é do goleiro Danilo Fernandes, atingido por estilhaços no rosto e já encaminhado a um hospital. Grupo discute se terá jogo", publicou o tricolor nas suas redes sociais.

Logo depois, o técnico Guto Ferreira falou sobre o momento do atentado. Segundo ele, três bombas foram arremessadas contra a delegação. O lateral esquerdo Matheus Bahia sofreu cortes superficiais provocados pelos estilhaços.

"Estilhaçaram os vidros, pegou em alguns atletas nossos. O Matheus [Bahia] foi algo superficial, o Danilo Fernandes, graças a Deus, não foi nada de mais grave, mas esteve a um dedo de perder a visão. O vidro cortou muito próximo do olho dele", disse o treinador. 

"Pelo estrondo da bomba, se outra entra pelo espaço da que a primeira provocou, com certeza teríamos uma morte ali dentro. Foram três bombas", completou Guto. O técnico confirmou que o time vai entrar em campo para disputar a partida

Além de Danilo Fernandes e Matheus Bahia, o atacante Marcelo Cirino é outra ausência na equipe por causa do ocorrido, mas ele não foi atingido.

Em nota, a Arena Fonte Nova repudiou o ocorrido: "A Arena Fonte Nova repudia veementemente o ataque desferido ao ônibus do Esporte Clube Bahia, este fato lamentável e reprovável, ocorreu quando o ônibus passava nas imediações da Estação do Metrô de Brotas, próximo ao viaduto de Pitangueiras. Apesar do fato ter ocorrido fora do local do jogo, a Arena prestou toda a assistência necessária aos feridos com o acionamento dos brigadistas e de ambulância".

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas