Rússia deve registrar segunda vacina contra covid-19 até 15 de outubro

coronavírus
22.09.2020, 11:55:48
Atualizado: 22.09.2020, 12:03:57
(Foto: Reprodução)

Rússia deve registrar segunda vacina contra covid-19 até 15 de outubro

Bahia firmou contrato para comercialização de 50 milhões de doses da Sputnik V

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após a Sputnik V, a Rússia planeja registrar uma segunda vacina em potencial contra a covid-19 até o dia 15 de outubro. As informações são da agência de notícias Reuters. 

A vacina foi desenvolvida pelo Instituto Vector, da Sibéria, que concluiu o estágio inicial de testes em humanos na semana passada.

A Rússia registrou sua primeira candidata a vacina, a Sputnik V desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou, em agosto. Os testes em estágio avançado desta candidata com pelo menos 40 mil pessoas estão em andamento.

Na última semana a Bahia firmou um contrato com o governo russo para comercializar 50 milhões de doses da Sputnik V. Com isso esta imunização deve ser aplicada no estado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas