Saiba como consultar o saldo de contas inativas do FGTS

economia
23.01.2017, 07:07:00
Atualizado: 24.01.2017, 13:51:20

Saiba como consultar o saldo de contas inativas do FGTS

Na internet, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A consulta do saldo pode ser feita tanto nas agências da Caixa Econômica, como também pelo site do banco. O trabalhador pode consultar seu extrato do FGTS presencialmente no balcão de atendimento ou fazer a consulta utilizando o Cartão Cidadão, desde que tenha em mãos a senha. Só não é possível consultar o extrato do FGTS pelo telefone. 

Na internet, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar também a Senha Cidadão. O serviço mostra dados cadastrais e lançamentos feitos na conta nos últimos seis meses. A liberação para saque do saldo das contas do FGTS inativas até 31 de dezembro de 2015.Para consultar seu saldo, acesse o site da Caixa Econômica.  

Dá para se cadastrar e receber informações do FGTS por mensagens no celular ou por e-mail e o trabalhador pode ainda consultar o saldo através de aplicativo para smartphones e tablets com versão para Android, iOS e Windows. 

DICA DA SEMANA: QUANDO ANTECIPAR O FGTS? 

Planejamento Antes de decidir por antecipar ou não este recurso é importante planejar e refletir sobre os hábitos financeiros e começar a mudar a relação com o dinheiro. Faça um diagnóstico financeiro levando em consideração todos os gastos e despesas avaliando o que pode ser cortado. 

Pesquisa Antes de realizar o empréstimo, faça uma pesquisa nos bancos. Compare taxas e verifique outras linhas de crédito disponíveis com condições melhores de contratação, buscando o melhor custo benefício. 

Urgência Só contrate o empréstimo em casos extremos, como emergência de saúde ou quando a pessoa já está pagando taxas de juros mais altas como é o caso de cheque especial e cartão de crédito.

Barganha Não deixe de sentar com o gerente do banco e negociar melhorias na proposta que eles oferecem e com isso tentar reduzir taxas.

Alerta Se o caso não for de urgência, essa antecipação deve ser evitada ao máximo, pois com isso se perderá rendimento. Para quem quer utilizar apenas para o consumo, ou para “aproveitar uma promoção imperdível”, segure a onda.  O dinheiro extra deve sempre ser usado para a realização de sonhos, como planejar uma aposentadoria sustentável.



***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas