Salvador registra em três dias acumulado de chuvas superior aos índices de 2020

salvador
11.04.2021, 14:25:51
Atualizado: 11.04.2021, 21:13:51
(Ascom/Codesal)

Salvador registra em três dias acumulado de chuvas superior aos índices de 2020

De quinta-feira (8) até às 20h55 deste domingo, Codesal registrou 369 ameaças de deslizamento; 130 moradores de áreas de risco estão em abrigos da prefeitura

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Defesa Civil de Salvador (Codesal) recebeu, desde a manhã da última quinta-feira (8) até às 20h55 deste domingo(11), 1.605 ocorrências. A maior demanda registrada pelo órgão neste período foi de ameaça de deslizamento, com 369 registros. Todas as solicitações da população estão sendo recebidas pelo Disque 199. 

Segundo a prefeitura, as demandas refletem a intensidade das chuvas que caíram na cidade nos últimos dias. De acordo com dados apresentados pelo Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cemadec), nas últimas 72 horas houve um acumulado expressivo de chuvas em cinco pontos da cidade: Base Naval de Aratu, Mirante de Periperi, Praia Grande, São Tomé de Paripe e Periperi. 

A Base Naval de Aratu foi a localidade que registrou o índice mais alto entre as 9h da última quinta-feira e as 9h deste domingo, com acumulado de 297,4 milímetros. Este valor foi maior que os índices acumulados em 72 horas registrados em todo o ano anterior. O maior acumulado neste mesmo período de tempo em 2020 foi 236,8 milímetros no bairro de Nova Brasília, no dia 22 de maio do ano passado. 

As fortes chuvas foram ocasionadas por um cavado, que é uma região alongada de relativa pressão atmosférica baixa, associado a uma frente fria, mas devem enfraquecer. De acordo com o Cemadec, a previsão para o restante do domingo é de abertura de pontos de sol com poucas chuvas na capital baiana. Estas condições devem se manter até a próxima quarta-feira (14). As temperaturas neste período devem variar entre 24° (mínima) e 31° (máxima). 

(Ascom/Codesal)
(Ascom/Codesal)
(Ascom/Codesal)
(Ascom/Codesal)
(Ascom/Codesal)
(Ascom/Codesal)
(Ascom/Codesal)
(Ascom/Codesal)

130 pessoas de áreas de risco estão em abrigos da prefeitura 

Com o acionamento do Sistema de Alerta e Alarme em oito comunidades de Salvador, as famílias que precisaram deixar suas residências por conta do alto risco de deslizamento de terra foram encaminhadas para os abrigos ofertados pela Prefeitura. Até às 18h deste domingo, 130 pessoas ocupavam os espaços.

A comunidade de Mamede, no Alto da Terezinha, é a que tem o maior número de acolhidos, em dois espaços de abrigamento, um na Escola Municipal Santa Terezinha , com 34 pessoas, sendo 23 adultos, oito crianças, dois adolescentes e um bebê, e outro na Escola Municipal Durval Pinheiro, onde estão 17 pessoas, sendo oito adultos, oito crianças e um adolescente.

Neste domingo (11), a vice-prefeita Ana Paula Matos visitou os abrigos de Bosque Real e Baixa do Cacau nas escolas municipais de Novo Marotinho e Santa Terezinha, respectivamente. Ela esteve ao lado do diretor geral da Codesal, Sosthenes Macêdo, e do titular da Secretaria de Promoção Social, Combate a Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), Kiki Bispo. O grupo chegou a participar da comemoração de aniversário de um dos abrigados.

A Codesal permanece com o plantão 24 horas todos os dias da semana. As solicitações podem ser efetuadas pelo telefone gratuito 199.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas