Salvador tem domingo chuvoso sem alagamentos e com poucas ocorrências

salvador
09.05.2021, 16:38:00
Atualizado: 09.05.2021, 16:38:52

Salvador tem domingo chuvoso sem alagamentos e com poucas ocorrências

De acordo com a Codesal, oito incidentes foram registrados ao longo do dia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O dia das mães em Salvador foi marcado pela alta incidência de chuva, que caiu na capital baiana ao longo de todo o dia de maneira intervalada. Neste domingo (9), de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), foram registrados 15,4 mm de precipitação na cidade até às 15h15, valor que pode ser classificado como “chuva forte", mas que não gerou incidentes por cair de forma distribuída ao longo das horas.

Segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal), apesar do alto volume em alguns pontos da cidade na madrugada, a chuva não causou muitos problemas. Ao todo, foram registradas 8 ocorrências até às 15h50 deste domingo, sendo dois deslizamentos de terras em Valéria e um no Cabula, um desabamento parcial registrado pela prefeitura-bairro da Barra/Pituba, uma ameaça de desabamento na Cidade Baixa, uma ameaça de deslizamento em Cajazeiras e outra no Cabula e uma infiltração registrada na prefeitura-bairro de Itapuã/Ipiranga.

Madrugada chuvosa

De toda chuva que caiu, o principal volume ocorreu antes mesmo que o sol nascesse. No Cabula, por exemplo, onde mora o estudante Dener Valverde, de 23 anos, o volume assustou desde às 3h, quando foi acordado pelo barulho da água caindo e invadindo o apartamento. "Choveu muito, foi forte, viu. Lá pra umas 3h, a gente acordou com o cacau caindo pra valer. Acordou até quem tem sono pesado. Eu corri pra fechar a janela porque era de vento e molhou meus materiais todos dentro de casa", relata.

Uma água que não fez estrago em terra, mas comprometeu o estado do mar para embarcações em Salvador. Tanto que a travessia marítima do Sistema Salvador-Mar Grande encerrou as operações logo cedo, às 9h30, por causa do mau tempo. A interrupção do serviço foi realizada pela Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab) que acatou a recomendação da Capitania dos Portos da Bahia.

De acordo com o alerta emitido pela capitania, a travessia não era segura por conta dos ventos fortes e mar agitado, que tornaram  as condições de navegação desfavoráveis na Baía de Todos os Santos. A previsão é  que o sistema só volte a operar normalmente amanhã, a partir das 5h.

Trânsito sem alagamentos

De volta à terra firme, nem mesmo o trânsito, que costuma enfrentar transtornos por conta de alagamentos em dias chuvosos, registrou ocorrências.  A Transalvador não registrou nenhum ponto de alagamento que estivesse causando problema para os motoristas.

Informação que é confirmada por Ademir Maia, 40, motorista de aplicativo que rodou das 6h às 14h durante o dia na cidade e não enfrentou problema nas viagens que fez.  "Não vi alagamento, sem problema para quem está dirigindo. Nada que atrapalhasse a gente, deu pra trabalhar sem estresse. Acho que foi porque a chuva tá espaçada. Chove e para toda hora. Aí está dando tempo de escoar. Se fosse muita chuva em pouco tempo, complicava, mas não foi o caso", conta.

*sob supervisão de Jorge Gauthier

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas