'Se tratando da tabela e do Bahia, é lamentar', afirma Thaciano

e.c. bahia
04.05.2021, 21:46:00
Atualizado: 04.05.2021, 21:46:21
Thaciano marcou o primeiro gol do Bahia no empate com o Independiente (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

'Se tratando da tabela e do Bahia, é lamentar', afirma Thaciano

Tricolor empatou em casa com o Independiente e segue na vice-liderança do Grupo B da Sul-Americana

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia ficou no 2x2 com o Independiente, na noite desta terça-feira (4), em Pituaçu, pela 3ª rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. O Esquadrão saiu atrás com gols de Herrera e Velasco, de pênalti, mas buscou o empate com Thaciano e Luiz Otávio. 

O terceiro gol tricolor podia ter saído aos 40 minutos do segundo tempo, mas Gilberto desperdiçou em cobrança de pênalti. Após o fim da partida, Thaciano lamentou o resultado, mas evitou culpar o camisa 9 da equipe. 

"Infelizmente, ali no final, a gente teve a chance de matar o jogo e não conseguiu", disse o jogador. "Se tratando da tabela e do Bahia, é lamentar. Acho que [perder] o pênalti faz parte, Gilberto perdeu, mas podia ser qualquer um", comentou.

Na próxima rodada da Sul-Americana, o Bahia visita o Guabirá na Bolívia. O jogo será na quinta-feira da semana que vem, dia 13, às 19h15, no estádio Gilberto Parada, em Montero. Antes, o Esquadrão faz o duelo de volta pela final da Copa do Nordeste, contra o Ceará, neste sábado (8), às 16h, no Castelão, em Fortaleza.

Thaciano pediu foco para a decisão do torneio regional. "Agora, é virar a chave. Sábado a gente tem que vencer o jogo", afirmou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas