Sem ligar para números, Fonseca completará 300 jogos pelo Bahia

e.c. bahia
28.10.2020, 14:42:31
Atualizado: 28.10.2020, 15:13:42
Com mais tempo de casa entre atletas do atual elenco, Lucas soma cinco títulos pelo Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Sem ligar para números, Fonseca completará 300 jogos pelo Bahia

Aos 35 anos, zagueiro alcançará marca em partida contra o Melgar-PER

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O duelo entre Bahia e Melgar, nesta quinta-feira (29), pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana vai ter importância um pouco maior para Lucas Fonseca. Aos 35 anos, o zagueiro e capitão do tricolor vai completar 300 jogos com a camisa do Esquadrão durante a partida em Lima.

A conta inclui 296 partidas oficiais (já contando com o jogo contra o Melgar) e outros quatro amistoso nas três passagens que o zagueiro acumula pelo Bahia. A primeira delas aconteceu em 2012, quando chegou emprestado pelo Mogi Mirim. No ano seguinte, Lucas disputou o estadual pelo clube paulista, mas voltou ao tricolor durante o Brasileirão e permaneceu na equipe até o fim de 2014, quando rumou para o futebol chinês.

Em 2016, Lucas Fonseca voltou ao Bahia e iniciou a terceira passagem pelo clube. Ao todo, o zagueiro conquistou quatro Campeonatos Baiano (2014, 2018, 2019 e 2020), além da Copa do Nordeste de 2017. Apesar da marca, o capitão tricolor afirmou que não se apega aos números.

"Eu nuca fui apegado a números, sempre procurei no dia a dia fazer o melhor para exercer a minha função. O primordial sempre foi estar bem para ter performance do que pensar em número de jogos. O mais importante para o jogador profissional é estar bem fisicamente, mentalmente, para poder, dentro de campo, exercer o que ele tem que fazer", disse o defensor.

Focado no jogo contra o Melgar, Lucas Fonseca explica que o Bahia teve uma boa semana de treinos e que o time está pronto para arrancar um bom resultado dos peruanos em Lima.

"O torcedor, assim como a gente, sempre almeja o título. Nós estamos preparados, tivemos uma semana para corrigir alguns erros, melhorar e ajustas as coisas boas que temos. Uma equipe que pensa grande sempre quer evoluir e é isso que queremos", disse ele.

Após o duelo contra o Melgar, o Bahia vai encarar o Santos, no domingo (1º), na Vila Belmiro, pelo Brasileirão. O jogo de volta diante dos peruanos será na quinta-feira (5), na Fonte Nova. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas