Sem Ramon, Dado Cavalcanti tem dúvidas para montar o Bahia B

e.c. bahia
06.03.2020, 16:56:00
Atualizado: 06.03.2020, 20:43:30
Dado Cavalcanti durante entrevista na Cidade Tricolor (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Sem Ramon, Dado Cavalcanti tem dúvidas para montar o Bahia B

Treinador do time de aspirantes afirmou que não vai repetir formação do Ba-Vi

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Se no time principal o técnico Roger Machado tem certeza dos seus planos para enfrentar o Confiança pela Copa do Nordeste, no de aspirantes o treinador Dado Cavalcanti não esconde que ainda tem dúvidas para escalar o time que enfrenta o Doce Mel, pelo Campeonato Baiano. As duas equipes do Bahia entram em campo no sábado (7), na Fonte Nova. O jogo do time principal começa às 16h e o da equipe B, às 19h.

O meio-campista Ramon se recupera de uma entorse no tornozelo e está fora de combate. O substituto imediato na filosofia de Dado Cavalcanti é Cristiano, que também está lesionado. Os dois se machucaram durante os amistosos que o time fez em fevereiro, no intervalo de três semanas entre a partida contra o Jacobina e o Ba-Vi.

No clássico, Dado Cavalcanti escalou o meio-campo com Edson, Yuri e Arthur Rezende. Apesar de vencer o jogo por 2x1, Dado entende que o time não conseguiu manter suas características de jogo, já que Yuri e Edson são jogadores de mais marcação - diferentemente de Ramon, mais construtor. Por causa disso, apenas um dos dois começará jogando contra o Doce Mel.

"A influência da troca modificou uma das características principais de nossa equipe. Ganhei em outras coisas. Ganhei em consistência defensiva, na experiência de Yuri, nosso meio ficou mais robusto, mas perdi a chegada à frente e os mecanismos de saída de pressão. Já adianto que não vou começar com os dois, com Edson e Yuri", disse o treinador em entrevista no CT Evaristo de Macedo.

A tendência com essa decisão é que o volante Caio Mello retome a titularidade. Ele foi opção no banco de reservas durante o Ba-Vi e substituiu Edson ainda no intervalo.

Contra o Doce Mel, o time de aspirantes do Bahia fará a primeira partida na Fonte Nova. O tricolor mandou dois jogos no Campeonato Baiano, ambos no estádio de Pituaçu, onde venceu o Vitória da Conquista (2x0) e empatou com o Jacuipense (1x1).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas