Sem Rodriguinho, Bahia viaja ao Peru para duelo contra o Melgar

e.c. bahia
28.10.2020, 14:35:00
Atualizado: 28.10.2020, 14:38:16
Tricolor fez último treino antes de pegar o Melgar, na Sul-Americana (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Sem Rodriguinho, Bahia viaja ao Peru para duelo contra o Melgar

Tricolor finalizou preparação para duelo pela Sul-Americana

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de pouco mais de uma semana apenas treinando na Cidade Tricolor, o Bahia está pronto para encarar o Melgar-PER, adversário desta quinta-feira (29), às 21h30, no estádio Nacional de Lima, pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

Na manhã desta quarta-feira (28), o elenco fez o último trabalho na Cidade Tricolor e logo depois embarcou para o Peru, local da partida. Mano Menezes já tem na cabeça o time que vai começar a partida, mas não deu pistas da escalação.

A única certeza dada pelo treinador é a ausência de Rodriguinho. O meia voltou a treinar no campo esta semana após se recuperar de uma fissura no pé, mas, segundo Mano, ele ainda não está pronto para voltar a atuar.

"Rodriguinho não está relacionado à viagem ao Peru, ainda não. Vamos esperar a retomada, uma lesão chata, uma mini fratura que difere em termos de recuperação de atleta para atleta e só é possível ver o resultado da recuperação colocando aos poucos no trabalho. É o que estamos fazendo. Fizemos trabalho de força nesse período, agora vamos dar condicionamento, colocar para bater na bola, para saber como vai reagir. Aí é possível dar um prazo, de forma mais objetiva para esse retorno", explicou o treinador.

Enquanto Rodriguinho segue fora, quem volta ao time é Gilberto. Autor de dois gols no triunfo por 3x1 sobre o Atlético-MG após começar no banco, o camisa 9 vai iniciar o duelo em Lima entre os titulares. Gilberto, inclusive, ganhou elogios do treinador tricolor.

"Todos conhecem as características do Gilberto, é um jogador de 10 anos de Série A, um jogador que joga com boa capacidade de transição defesa e ataque, tem velocidade, conclusão, é um goleador, e ao mesmo tempo não é um jogador que joga fixo entre os centrais do adversário. Isso me agrada pois deixa a equipe mais móvel, dá a ela uma variação de sistemas dentro do próprio jogo. Acho interessante ter um jogador assim", afirmou Mano.

Apesar do treinador não ter confirmado o time, uma provável escalação do Bahia tem:

Douglas, Ernando, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Daniel; Élber (Clayson), Gilberto e Rossi.

O jogo da volta entre Bahia e Melgar será no dia 5 de novembro, na Fonte Nova. Quem avançar, vai encarar nas oitavas de final o vencedor do duelo entre Emelec-EQU e Unión Santa Fe, da Argentina.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas