Semana ACM promove webinar sobre Centros Históricos e os novos tempos

economia
31.08.2020, 06:00:00
Turismo, patrimônio histórico e cultura estão no centro das discussões do evento promovido pelo Instituto ACM (Foto: Arquivo CORREIO/ Almiro Lopes)

Semana ACM promove webinar sobre Centros Históricos e os novos tempos

Evento online começa quarta-feira (2) e reúne nomes como Carlinhos Brown, Gringo Cardia, Branca Neves e Pierre Lucena

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Especialistas em patrimônio, cultura e turismo se reúnem, de quarta (2) a sexta-feira (4), no webinar Centros Históricos e os Novos Tempos, que busca soluções tecnológica, que agreguem  no processo de adaptação ao novo cenário imposto pela pandemia da covid-19. O evento, que integra a décima edição da Semana ACM de Ação, Cidadania e Memória, será transmitido em tempo real no Youtube do Instituto ACM (youtube.com/acminstituto), das 10h às 11h30.

“Lugares emblemáticos como o Centro Histórico de Salvador, com o Pilar, o Pelourinho, a Castro Alves e todo aquele patrimônio incalculavelmente valioso para o país e para o mundo têm possibilidades de construir caminhos potentes para trazer uma pujança econômica, cultural e educacional para toda a cidade”, afirma o cantor, compositor e instrumentista  Carlinhos Brown, que estará no primeiro encontro online. 

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas em semanaacm.ibahia.com. A iniciativa, que conta com o apoio da Rede Bahia, é uma realização do Instituto ACM como parte do projeto Patrimônio Bahia.

“Vamos ouvir pessoas criativas, que estão conseguindo sair do outro lado, fazer acontecer, que podem ajudar a gente agora. O que nós precisamos agora é transpor o turismo de experiência para o ambiente virtual. Até chegar uma vacina, essa é a saída”, afirma a superintendente do Instituto ACM, Claudia Vaz.

Curadora dos webinar, a jornalista Rachel Vita destaca que os Centros Históricos reúnem patrimônio, cultura, identidade, vivências e experiências que podem ajudar a enfrentar, com soluções inovadoras, esse momento de tantas incertezas. “Esse webinar vai reunir pessoas muito especiais, da Bahia, do Brasil e de fora do país. Ou seja, lugares que estão vivenciando a pandemia em diferentes momentos. A proposta é que dessa troca de experiências possam surgir boas ideias, seja para turismo, cultura, moradia, Carnaval e o desenvolvimento de cidades baianas”, afirma.


Soluções
 O webinar Território Resiliente: Patrimônio, Inovação e Moradia em Tempos de Distanciamento Social abre a programação, na quarta (2). “Será um outro tipo de aproximação e o Pelourinho deve estar preparado como um receptivo da capital criativa do país, que é Salvador. O Centro Histórico deve estar, portanto, pronto para uma revisitação do país, daqueles que já o conhece e daqueles que ainda não o conhece”, comenta Brown.
 

Carlinhos Brown participa da programação do primeiro dia do seminário online
(Foto: Divulgação)

O arquiteto Washington Fajardo, Loeb Fellow da Harvard University e o ex-presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade também participa deste primeiro debate e prometem trazer uma provocação importante para Salvador: “É muito importante essa discussão, porque, de uma forma geral, os desafios dos centros históricos é aumentar sua vitalidade. A ideia é começar um movimento para que tanto Salvador, como o Rio de Janeiro sejam reconhecidas na constituição federal como capitais históricas do Brasil. Com isso, é possível não só assegurar financiamentos, mas também, contar com o próprio orçamento da União”, defende Fajardo. 


 

Fajardo defende que Salvador seja reconhecida como capital histórica do país, assim como o Rio de Janeiro
(Foto: Divulgação)

O seminário vai contar ainda com a presença do Presidente do Porto Digital no Recife, Pierre Lucena, e da arquiteta e urbanista, presidente da Fundação Mário Leal Ferreira, Tânia Scofield. “Os centros históricos precisam de atividade econômica ou moradia para que sobrevivam. São espaços que precisam de uma retomada econômica com negócios que sustentem esses locais no dia a dia. A gente precisa encontrar uma nova centralidade das cidades para que os centros das capitais brasileiras eles ressurjam como um bairro”, pontua Pierre Lucena. 

Presidente do Porto Digital, no Recife, Pierre Lucena também é um dos convidados do webinar
(Foto: Divulgação)

Potência cultural
No segundo dia, a diretora de Economia e Inovação da Prefeitura de Lisboa, Portugal, Branca Neves, se junta ao designer, arquiteto, artista e curador de museus e exposições, Gringo Cardia para compartilhar experiências no painel Do Carnaval aos Museus: como Promover Cultura nos Centros Históricos e Arredores.

Branca Neves vai compartilhar a experiência da cidade de Lisboa, em Portugal, no pós-pandemia
(Foto: Divulgação)

No mesmo webinar participam o presidente da Fundação Gregório de Matos,  Fernando Guerreiro, e o antropólogo e escritor Antonio Risério.

“É evidente que a pandemia vai trazer um novo modo de viver. A abordagem que eu  pretendo fazer é no sentido de entender, de fato, que cultura queremos ou devemos promover e como fazer. Como os centros históricos absorverão e venderão essa cultura”, destaca a Branca Neves sobre os novos métodos para a preservação desta cultura.

Para Gringo Cardia, é uma nova era que se abre. “E o mais importante e o visitante se ver representado nas histórias que são apresentadas. A pessoa dentro da história. Tudo o que a gente vê tem a ver com o povo e com as pessoas de certa maneira. Isso cria o elo que a cultura é viva e o que nós somos hoje foi construído por estas culturas. A história passa a ter um local de reflexão e diversão”, argumenta . 

Gringo Cardia integra a programação do segundo dia do evento online
(Foto: Divulgação)

No último dia da conferência,  o chairman do Grupo GJP Hoteis & Resorts, Guilherme Paulus, o empresário e CEO do Fera Palace Hotel Antônio Mazzafera e o presidente da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel-BA) Luís Henrique do Amaral, discutem alternativas de um Novo Planejamento para o Turismo nos Centros Históricos.

Paulus destaca a importância do potencial histórico da Bahia neste processo de retomada e reinvenção de toda cadeia.

Guilherme Paulus marca presença na discussão de novas alternativas para o turismo
(Foto: Divulgação)

“O acervo cultural que a Bahia tem é fundamental neste momento de aprendizado que estamos vivendo. Eu acredito muito que essa reabertura vai ser puxada pelo turismo regional e o estado tem vários pontos de atrações. O Pelourinho, por exemplo, é um acervo de atração fantástico”.


SERVIÇO

O que: webinars Centros Históricos e os Novos Tempos

Quando: dias 2, 3 e 4 de setembro, sempre às 10h

Onde: Youtube do Instituto ACM (youtube.com/acminstituto)

Inscrições: participação gratuita  e cadastro no link semanaacm.ibahia.com 


PROGRAMAÇÃO

02/09 (quarta-feira)
Território resiliente: patrimônio, inovação e moradia em tempos de distanciamento social com a participação de Carlinhos Brown, Washington Fajardo, Pierre Lucena e Tânia Scofield. A mediação é de Fernando Guerreiro.

Dia 03/09 (quinta-feira)
Do Carnaval aos Museus: como promover cultura nos Centros Históricos e Arredores com a participação Branca Neves, Gringo Cardia, Fernando Guerreiro e Antonio Risério. A mediação é do ator, diretor e apresentador de tv, Aldri Anunciação. 

Dia 04/09 (sexta-feira)
O Novo Planejamento para o turismo nos Centros Históricos com a participação de Guilherme Paulus, Chairman, Antônio Mazzafera e Luís Henrique do Amaral. A medição é da jornalista e apresentadora, Camila Marinho. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas