Serra chama ações da Lava Jato de 'invasivas e agressivas' e nega crimes

brasil
03.07.2020, 13:13:06
Atualizado: 03.07.2020, 13:19:16
(Arquivo AFP)

Serra chama ações da Lava Jato de 'invasivas e agressivas' e nega crimes

Senador afirmou que tudo que fez foi lícito e disse confiar na Justiça

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O senador José Serra (PSDB-SP) se defendeu nesta sexta-feira (3) das denúncias feitas contra ele e sua filha Verônica Allende Serra, que são investigados pelo Ministério Público Federal (MPF) por lavagem de dinheiro transnacional. O político criticou a operação Lava Jato, que cumpriu mandados de busca e apreensão em imóveis ligados ao senador, inclusive sua residência em São Paulo.

"Causa estranheza e indignação a ação deflagrada pela força-tarefa da Lava Jato de São Paulo na manhã desta sexta-feira em endereços ligados ao senador José Serra", diz a nota enviada pela assessoria de comunicação do senador.

Segundo Serra, os mandados são baseados em "fatos antigos e prescritos", fazendo referência ao fato de os episódios investigados datarem de 2006 e 2007. De acordo com o MPF, à época Serra recebeu pagamentos indevidos da Odebrecht para favorecer a empreiteira nas obras do Rodoanel Sul.

"É lamentável que medidas invasivas e agressivas como as de hoje sejam feitas sem o respeito à lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República", acrescenta a nota.

Serra, que era governador de São Paulo no período citado pelas investigações, diz que todos seus atos foram lícitos. Ele encerra afirmando confiar na Justiça.

Confira a íntegra da nota:
Causa estranheza e indignação a ação deflagrada pela Força Tarefa da Lava Jato de São Paulo na manhã desta sexta-feira (3) em endereços ligados ao senador José Serra. Em meio à pandemia da Covid-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da Acusação.

É lamentável que medidas invasivas e agressivas como a de hoje sejam feitas sem o respeito à Lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República.

O Senador José Serra reforça a licitude dos seus atos e a integridade que sempre permeou sua vida pública. Ele mantém sua confiança na Justiça brasileira, esperando que os fatos sejam esclarecidos e as arbitrariedades cometidas devidamente apuradas.

Assessoria de Comunicação
Senador José Serra (PSDB/SP)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas