Sérvia, Suíça e Camarões: conheça os rivais do Brasil na Copa

esportes
01.04.2022, 15:44:00
Brasil está no Grupo G da Copa do Mundo (Franck Fife/AFP)

Sérvia, Suíça e Camarões: conheça os rivais do Brasil na Copa

Veja o histórico da seleção canarinha contra os adversários da fase de grupos

A curiosidade acabou. Os confrontos da fase de grupos da Copa do Mundo de 2022 foram definidos nesta sexta-feira (1º), em um sorteio realizado pela Fifa, em Doha, no Catar. O Brasil está no Grupo G, e vai encarar Sérvia, Suíça e Camarões. A competição acontecerá entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro. 

Uma coincidência marcou o caminho da seleção canarinha. Os dois primeiros rivais são os mesmos da fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia, há quatro anos. Naquela ocasião, o Brasil estreou contra os suíços e empatou em 1x1, gols de Coutinho e Zuber. Já na última rodada, a equipe venceu os sérvios por 2x0, com Thiago Silva e Paulinho.

A seleção de Camarões também foi uma oponente recente. O duelo mais recente em Mundiais aconteceu em 2014, no Mané Garrincha, em Brasília. E teve goleada brasileira: 4x1, com dois gols de Neymar, além de Fernandinho e Fred. Matip descontou.

Na Copa do Catar, a equipe do técnico Tite estreará diante da Sérvia no dia 24 de novembro. A rival chega embalada após uma boa campanha nas Eliminatórias da Europa: foi a líder invicta do Grupo A, com seis vitórias e dois empates. De quebra, empurrou Portugal, de Cristiano Ronaldo, para a repescagem.

A Sérvia, aliás, foi formada em 2006, quando houve a separação de Montenegro. Até aqui, foram apenas dois encontros contra o Brasil. Além da Copa de 2018, houve um amistoso em 2014, em São Paulo, também com vitória canarinha: 1x0, gol de Fred.

Depois dos sérvios, será a vez de encarar a Suíça, no dia 28 de novembro. Até aqui, foram nove jogos diante da adversária, com três vitórias brasileiras, quatro empates e duas derrotas. 

Dessas partidas, porém, apenas duas foram válidas por uma edição de Mundial, e não houve triunfos. Antes do 1x1 na Rússia, em 2018, as equipes se encontraram no Brasil em 1950 e ficaram no 2x2. Os outros sete duelos foram em amistosos.

Para chegar ao Catar, a Suíça se classificou em primeiro lugar do Grupo C e também passou invicta nas Eliminatórias Europeias. Foram cinco vitórias e três empates, com 15 gols marcados e só dois sofridos.

A ótima campanha dos suíços acabou deixando a Itália em segundo. Vale lembrar que a Azzurra caiu na repescagem para a Macedônia do Norte e está fora da Copa pela segunda edição seguida.

Por fim, fechando a fase de grupos, o Brasil pega Camarões no dia 2 de dezembro. É o oponente que teve o encontro mais recente, dentre os três, com a seleção canarinha. Em novembro de 2018, em um amistoso, a equipe treinada por Tite venceu por 1x0, gol de Richarlison.

Em edições de Copa do Mundo, foram duas partidas. Além da goleada por 4x1 em 2014, o Brasil também bateu Camarões no Mundial de 1994, nos Estados Unidos, por 3x0. Já no retrospecto geral, incluindo Copa das Confederações e amistosos, foram disputados seis duelos, com cinco vitórias canarinhas e apenas uma derrota.

Ao contrário da Sérvia e Suíça, Camarões sofreu para chegar ao Catar. Nas Eliminatórias Africanas, a fase final, que define as cinco vagas, acontece em um mata-mata, com jogos de ida e volta. Os camaroneses perderam no primeiro por 1x0 para a Argélia e, no confronto decisivo, iam empatando por 1x1 na prorrogação - o que daria a classificação para a rival. Mas Toko Ekambi marcou no último minuto do tempo extra e colocou Camarões na Copa, graças ao gol qualificado.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas