Silvio Santos é acusado de racismo após tirar prêmio de candidata negra

em alta
09.12.2019, 14:58:36
Atualizado: 09.12.2019, 15:27:04
(Reprodução)

Silvio Santos é acusado de racismo após tirar prêmio de candidata negra

Apresentador disse que daria vitória a outra concorrente 'que canta bem e é bonita'; internautas reagiram e a cantora Jennyfer Oliver se posicionou

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O apresentador Silvio Santos está sendo acusado de racismo por internautas após um episódio do programa deste domingo (8) no SBT. Durante um quadro musical, o apresentador contrariou a votação do auditório, que escolheu como melhor cantora uma mulher negra, e deu o prêmio para outra candidata. Assista abaixo.

Jennyfer Oliver, que era a única negra das quatro participantes, recebeu 84 votos da plateia contra oito da segunda colocada. Mesmo assim, Silvio Santos deu o prêmio de R$ 500 para todas e mais R$ 500 para a mulher escolhida por ele.

"É quinhentos reais para cada uma porque eu é que vou escolher agora quem vai ganhar mais quinhentos", justificou o apresentador. "Se eu estivesse na minha casa vendo o programa, depois que ouvi essa música Caneta Azul, na minha opinião, a melhor intérprete é a Juliani. Você ganhou! Você é muito bonita, canta bem e ganhou mais quinhentos", concluiu.

Nas redes sociais, os internautas não entenderam a mudança nas regras do quadro no último minuto e muitos consideraram que o comportamento do apresentador foi de racismo. "O fato de Silvio Santos ser velho não justifica o motivo dele ser racista", escreveu um internauta.

No Instagram, Jennyfer Oliver, que é cantora, publicou uma série de stories falando sobre o caso.

"Eu fiquei super constrangida no momento, mas como demorou três semanas para ir para o ar, eu não podia mencionar nada sobre o assunto e muito menos expor nada. Eu jurava que ia ser editado e eles iriam pular essa parte que ele me barrou de cantar a música", contou.

Jennyfer disse que em nenhum momento acusou Silvio Santos de racismo, mas ressaltou: "as pessoas sentiram e comentaram nas redes sociais. Se as pessoas sentiram, eu respeito a opinião de todo mundo. Eu respeito as pessoas como elas me respeitam. Não estou me fazendo de vítima, só me senti prejudicada. Quem assistiu viu a minha cara", afirmou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas