Sinos da Igreja de Santo Antônio da Barra voltarão a tocar depois de 30 anos

salvador
05.11.2019, 18:53:00
Atualizado: 05.11.2019, 18:56:21
( Tereza Torres/Divulgação Setur)

Sinos da Igreja de Santo Antônio da Barra voltarão a tocar depois de 30 anos

Os três sinos voltam a soar ao mesmo tempo, a partir da missa das 8h do próximo domingo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de 30 anos, os três sinos da Igreja de Santo Antônio da Barra voltam a soar ao mesmo tempo, a partir da missa das 8 horas deste domingo (10). A iniciativa de promover a restauração dos equipamentos faz parte do projeto da Secretaria do Turismo do Estado da Bahia (Setur) de retomar a tradição do badalo simultâneo nos templos de Salvador. 

Esta é a terceira igreja da área sul da cidade que teve os sinos revitalizados para voltarem a tocar juntos. Antes dela, o projeto já tinha chegado às igrejas de Nossa Senhora da Vitória e de Nossa Senhora da Graça. “É um momento histórico, já que há quase meio século os sinos das Igrejas da Vitória, Graça e Barra não tocavam juntos”, diz o historiador Rafael Dantas, da Setur.

Para ele, há uma relevância histórica e simbólica no badalar simultâneo dos sinos. “O resgate dessa tradição é também parte significativa da valorização histórica de Salvador e de toda região sul da cidade”, destaca.

A proposta é que o badalo aconteça simultaneamente nos horários de meio-dia e seis da tarde em igrejas do Centro de Salvador. Além de retomar a tradição que encanta os soteropolitanos, a iniciativa pretende promover novas atrações para os turistas, em especial no período natalino.

Com a canonização de Irmã Dulce, o turismo religioso, que já é forte na Bahia, ganha novo impulso. Os sinos vêm agregar valor ao segmento neste momento histórico em que o Estado ganha a sua primeira santa.

Situada na Ladeira da Barra, a Igreja de Santo Antônio é um dos grandes marcos do bairro, construída em uma colina e com vista privilegiada para a Baía de Todos-os-Santos. É um dos exemplares arquitetônicos mais antigos da região, segundo Dantas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas