'Sociedade exige respostas urgentes sobre assassinato de Marielle', diz ACM Neto

salvador
16.03.2018, 14:16:04
Vereadora foi morta a tiro no centro do Rio

'Sociedade exige respostas urgentes sobre assassinato de Marielle', diz ACM Neto

Vereadora do PSOL e defensora dos direitos humanos foi executada no Rio

O prefeito ACM Neto afirmou na manhã desta sexta-feira (16) que ficou chocado e consternado com os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL), na cidade do Rio de Janeiro, e do motorista dela, Anderson Pedro Gomes. Em entrevista à imprensa durante a X Reunião de Ministros da Educação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que acontece no Hotel Deville Prime, em Itapuã, o prefeito disse que a sociedade exige respostas urgentes, principalmente porque, ao que tudo indica, se tratou de execução. 

"Se houve motivação política, é muito mais grave ainda. Mas o que interessa é que foram duas vidas humanas ceifadas nesse ato bárbaro que precisa de resposta rápida. E temos a consciência de que episódios como esse não são limitados ao Rio, mas se espalham por todo o Brasil, com o crescimento da violência. E enfrentar isso precisa ser pautado como prioridade para o país", declarou. 

ACM Neto lembrou que a vereadora tinha posições muito contundentes em defesa dos negros, das mulheres e também na questão da segurança pública no Rio.

"Independentemente das diferenças partidárias, todos nós ficamos muito chocados com o que aconteceu no Rio e não podemos aceitar esse tipo de coisa. É preciso que se identifique rapidamente quem foram os autores e as motivações (do crime)", ressaltou o prefeito.

Crime 
A vereadora Marielle Franco (PSOL) foi morta a tiros na noite desta quarta-feira (14), no Centro do Rio de Janeiro. Ela foi baleada dentro de um carro na Rua Joaquim Palhares. O motorista do veículo onde Marielle estava também foi morto. Uma assessora da vereadora, que também estava no carro, ficou ferida por estilhaços, mas não corre risco de morte.

Minutos antes do crime, Marielle participou do evento de empoderamento feminino e ativismo contra o racismo 'Jovens Negras Movendo as Estruturas', que aconteceu na Casa das Pretas, na Lapa. O evento foi transmitido ao vivo na página do Facebook da vereadora.

Marielle era socióloga com mestrado em Administração Pública e presidente da Comissão da Mulher da Câmara. Com 46.502 votos nas eleições de 2016, ela foi a quinta vereadora mais votada do Rio. Ela deixou uma filha. Já o motorista deixa esposa e um filho de um ano.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas