Sofreu um ataque virtual? Saiba como proceder

tecnologia
13.02.2021, 16:20:00
(Foto: Marcello Casal/Agência Brasil)

Sofreu um ataque virtual? Saiba como proceder

Textos de ataques não devem ser apagados, sugerem especialistas

Se você foi vítima de um ataque virtual, a exemplo da pesquisadora Débora Diniz e do filho da cantora Karol Conká (clique aqui para ler a reportagem), saiba que é possível denunciar. É importante não apagar as provas. Elas são importantes para a denúncia. Saiba mais detalhes abaixo: 

  • Prints valem?

Prints podem ajudar, mas o que realmente importa é a URL. O ideal é procurar um advogado especializado na área para que possa registrar as provas em ata notarial.

  • Registrar o boletim de ocorrência

Isso deve ser feito o quanto antes, em uma delegacia territorial. Mesmo que você decida apenas processar diretamente a pessoa, é importante que as autoridades de segurança tenham estatísticas desses casos.

  • Crimes cibernéticos podem ser investigados pela Polícia Civil ou pela Federal

O que vai definir a competência de cada uma é o alcance - se envolveu outros estados ou países, por exemplo, fica a cargo da PF. É possível também acionar diretamente o Ministério Público do Estado.

Leia a reportagem principal: Existe anonimato na internet? Entenda como autores de crimes virtuais podem ser achados

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas