Suspeito de envolvimento em morte de soldado da PM é morto no norte da Bahia

bahia
17.05.2022, 21:18:00
Alexandre José Ferreira Menezes Silva, 30, levou um tiro na cabeça no último dia 7 (Reprodução)

Suspeito de envolvimento em morte de soldado da PM é morto no norte da Bahia

Indivíduo foi identificado com um dos líderes do tráfico de Águas Claras

Mais um suspeito de envolvimento no assassinato do Soldado da Polícia Militar Alexandre Menezes foi morto durante confronto com a PM. O indivíduo foi localizado na região norte da Bahia, na divisa com Pernambuco, nesta terça-feira (17). Ao todo, dez suspeitos já morreram após os assassinatos dos soldados Victor Vieira Ferreira Cruz e Shanderson Lopes Ferreira, que voltavam do enterro do colega Alexandre. [veja mais abaixo]

Em nota, a Polícia Militar informou que montou pontos de abordagem em locais estratégicos no município de Abaré, no norte do estado, após informações dos órgãos de inteligência da Bahia e de Pernambuco apontarem que suspeitos de envolvimento no homicídio do PM Alexandre estariam escondidos na região.

Durante a ação, um veículo modelo Corolla branco ia em direção às equipes quando os ocupantes efetuaram disparos contra os policiais. Em seguida, os suspeitos tentaram fugir por uma estrada vicinal, na zona rural. Os policiais realizaram o acompanhamento, quando o veículo perdeu o controle e um dos suspeitos saiu atirando. Houve revide e, após cessar os disparos, foi identificado um homem alvejado, portando um fuzil calibre 5.56. Ele foi socorrido para o hospital da região, mas não resistiu e acabou falecendo.

Além do fuzil calibre 5.56., foram apreendidos com o acusado um carregador, munições, o veículo modelo Corolla, 59 pinos de cocaína, 310 pedras de crack, uma balança de precisão e um caderno com anotações. A ocorrência foi registrada na corregedoria.

(Foto: Divulgação/PM)
(Foto: Divulgação/PM)

Segundo a PM, foi confirmado que o acusado era um dos líderes do tráfico de drogas do bairro de Águas Claras, em Salvador, e que havia postado fotos usando o fuzil apreendido no mesmo dia e local da ocorrência que vitimou o soldado Menezes.

A ação foi conduzida por equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Companhia de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), do Batalhão de Polícia de Choque e Companhia Independente de Policiamento Especializada (CIPE) Caatinga, e contou com o apoio de policiais militares da 3ª CIPM e da Polícia Militar de Pernambuco, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal.

Mortes

Com o caso desta terça-feira (17), dez suspeitos já foram mortos após os assassinatos dos três policiais militares. Os soldados Victor Vieira Ferreira Cruz e Shanderson Lopes Ferreira eram lotados na 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), assim como o soldado Alexandre.

Desde a noite do último sábado (7), o policiamento foi reforçado nas regiões de Cajazeiras, Águas Claras e Boca da Mata. 
 
A primeira ocorrência foi registrada na manhã de segunda-feira (9), quando equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Polo) e do Comando de Policiamento Especializado (CPE) teriam trocado tiros com um grupo armado na Rua G, que fica na localidade conhecida como Independência, na Boca da Mata. 

Na ocasião, um homem foi atingido e encaminhado ao Hospital Eládio Lasserre, onde não resistiu. Na mesma operação, outro foi preso.  Com eles foram apreendidos um revólver calibre 38 contendo cinco munições, sendo três deflagradas, além de 16 porções de maconha, uma balança eletrônica e R$ 20 em espécie. O material apreendido e o suspeito preso foram apresentados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Ainda na segunda-feira, à tarde, policiais da Operação Gêmeos, da 3ª CIPM e da Rondesp Central trocaram tiros com suspeitos na Quadra C, no bairro de Fazenda Grande I. Depois do fim dos disparos, um dos suspeitos foi encontrado caído no chão com arma em punho. Ele foi encaminhado ao Hospital Eládio Lasserre, onde não resistiu. Um revólver calibre 38 com cinco munições, sendo quatro deflagradas, 48 porções de maconha e 48 porções de cocaína encontradas com ele foram apresentados ao DHPP.

Na noite de segunda-feira, na Boca da Mata, PMs do CPRC-Central e Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe) localizaram suspeitos com armas de fogo no cruzamento com a avenida Assis Valente, em Boca da Mata. Eles seriam acusados de roubos e venda de drogas. Houve troca de tiros e um dos suspeitos foi encontrado caído com uma arma de fogo próxima, além de drogas. Ele foi socorrido e levado ao Hospital Municipal de Salvador, mas não resistiu.
 
Na madrugada de quarta-feira (11), policiais da Rondesp Central surpreenderam um grupo de indivíduos armados na localidade do Vietnã, em Águas Claras, e houve troca de tiros. Um homem foi encontrado caído ao solo. Ele teria sido encaminhado a uma unidade médica, mas também morreu. Um revólver, 54 pinos de cocaína, cinco pedras de crack e duas trouxas de maconha apreendidos com ele foram apresentados à Corregedoria da Polícia Militar. 

Já na tarde de quarta-feira, PMs da 50ª CIPM teriam se deparado com suspeitos armados na localidade do Charco, em Nova Brasília, quando houve troca de tiros. Dois dos homens foram atingidos e socorridos para o Hospital Eládio Lasserre, onde morreram. A polícia apreendeu, com eles, uma submetralhadora de fabricação caseira, um revólver .32 com quatro munições deflagradas, um simulacro de pistola 6mm, 170 pinos de cocaína, 28 trouxas de maconha, rádios transceptores e duas camisas camufladas do Exército Brasileiro. Todo material foi apresentado à Corregedoria da PM. 

Por fim, na manhã da última sexta-feira (13), equipes da 3ª CIPM, da Rondesp Central, da Patamo (Batalhão de Choque), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Grupamento Aéreo (Graer) faziam rondas na localidade de Vila Verde quando surpreenderam homens armados que, diante da aproximação das equipes, dispararam tiros. Houve revide, sendo que, ao final da troca de tiros, foram encontrados três homens caídos. 

Eles foram encaminhados ao Hospital Eládio Lasserre, mas não resistiram aos ferimentos. Com eles, foram apreendidos um fuzil Colt calibre .556 com um carregador contendo sete munições, uma espingarda calibre .12 com cinco munições, uma pistola calibre 9mm com um carregador contendo três munições, além de 1kg de pasta base de cocaína, uma vasta quantidade de maconha acondicionada em saco, entre outros materiais. A ocorrência foi registrada na Corregedoria da Polícia Militar, onde todo material foi apresentado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas