Suspeito de estupro e morte de criança é esquartejado e queimado

em alta
19.01.2020, 21:45:58
Atualizado: 19.01.2020, 21:48:52

Suspeito de estupro e morte de criança é esquartejado e queimado

Ronald Gomes Borges, 28 anos, foi tirado de delegacia e linchado por multidão no Amazonas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Na noite desta sexta-feira (17), moradores revoltados da cidade de Fonte Boa, no Amazonas, lincharam Ronald Gomes Borges, de 28 anos. O homem foi esquartejado pelos populares que, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado, invadiram a delegacia e retiraram o acusado de estuprar e matar uma criança de 10 anos.

Ainda de acordo com informações da polícia, o grupo de pessoas incendiou três viaturas. Vídeos divulgados na internet os atos de violência são executados ao som das gargalhadas dos agressores, e comemoração das pessoas presentes no local.

Ronald Gomes foi preso em flagrante na quinta-feira (16) por estuprar e matar Eclesiane Nascimento Duarte, de 10 anos. De acordo com o delegado e investigador da 55ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), Mário Alves, a vítima auxiliava a esposa de Ronald na produção de bolos e biscoitos para venderem na cidade.

No dia do crime, a criança teria recebido a proposta de Gomes para ter relações sexuais com o mesmo pelo valor de R$40. Ao recusar e tentar fugir, o acusado segurou o braço da vítima, estuprou e matou-a asfixiada.

*Matéria originalmente publicada no Jornal do Commércio, da Rede Nordeste

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas