Taxa de ocupação nos hotéis de Salvador sobe em 2021, mas setor segue com dificuldades

salvador
10.05.2021, 18:22:00
Atualizado: 10.05.2021, 18:22:18
(Foto: Divulgação)

Taxa de ocupação nos hotéis de Salvador sobe em 2021, mas setor segue com dificuldades

Taxa média em abril de 2021 cresceu em relação ao mesmo período do último ano, mas segue abaixo dos 25% em Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mesmo com crescimento quando comparado ao ano passado, setor de turismo e hotelaria segue sofrendo com a pandemia do coronavírus. Em Salvador, a taxa de ocupação média no mês de abril foi um pouco superior a 20% neste ano. O número indica um aumento quando comparado ao mesmo período de 2020, quando a ocupação foi de 11,23% - a pior taxa já verificada pelo setor.

Em média, a taxa de ocupação tem sido semelhante nos finais de semana (20,74%) e nos dias de semana (20,18%), embora em alguns hotéis de lazer e frente mar essa diferença chega a alcançar de 5 a 10 pontos percentuais.

Apesar da alta, os empresários do ramo alegam que essa ocupação segue insuficiente para cobrir os custos de funcionamento das estruturas de hotéis que operam 24 horas, todos os dias da semana, com altos custos fixos, de manutenção e que não podem prescindir de uma numerosa equipe presente para prestar os serviços requeridos.

Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (Abih-BA), Luciano Lopes afirmou que os principais fatores que ajudam a compreender esse desempenho destacam-se as medidas restritivas decorrentes da pandemia, fechamento das praias e comércio.

“O renovado medo da contaminação que acompanhou a segunda onda também tem contribuído com essa queda, muito embora os hotéis tenham incorporado todos os protocolos e medidas de segurança recomendados pelos órgãos oficiais”, relata.

A diária média de abril ficou em R$319,44, semelhante a do mês anterior, que foi de R$312,88, e abaixo da praticada nos dois primeiros meses do ano: em janeiro, a média era de R$371,79 e, em fevereiro, R$ 351,63.

Segundo a Pesquisa Nacional de Serviços de Hospedagem de 2016 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 38,9% dos meios de hospedagem da Região Metropolitana de Salvador tem até 19 quartos e 80,2% tem até 49 quartos.

Isso significa que a rede hoteleira é composta, majoritariamente, por pequenos hotéis independentes, cujos resultados dificilmente podem ser contemplados por esta ou qualquer pesquisa de desempenho da hotelaria, normalmente feita por meio remoto. 

No entanto, a Abih supões que a diária média real deve ser inferior à contemplada por essa e qualquer outra pesquisa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas